Tech

Apple Watch com recurso de pressão arterial pode ficar para 2025

Embora ferramenta não traga números, ela avisará o usuário sobre a situação da pressão e aconselhará uma consulta médica

Apple recibió una demanda de clientes en California.
Por Mark Gurman
12 de Abril, 2022 | 01:03 PM

Bloomberg — O plano da Apple (AAPL) de adicionar um monitor de pressão arterial ao seu relógio digital atingiu alguns obstáculos e a tecnologia não deve estar pronta antes de 2024, na melhor das hipóteses, de acordo com pessoas com conhecimento do assunto.

PUBLICIDAD

A empresa tem equipes que desenvolvem um sensor e software atualizados para o Apple Watch que determinariam se um usuário tem pressão alta, mas a precisão tem sido um desafio durante os testes, disseram as pessoas, que pediram para não serem identificadas.

A Apple planeja esse recurso há pelo menos quatro anos, mas ele provavelmente está a dois anos de chegar ao mercado e pode ficar para 2025, disseram.

PUBLICIDAD

Os recursos de pressão arterial podem se tornar um ponto-chave nas vendas de relógios digitais nos próximos anos, mas a tecnologia não tem sido fácil. Embora rivais da Apple, como a Samsung, tenham lançado relógios com essa capacidade, eles exigem calibração mensal com um monitor tradicional. Ano passado, a Fitbit da Alphabet (GOOGL) lançou um estudo para testar a medição de pressão arterial no pulso.

A fabricante do iPhone está testando sua tecnologia de pressão arterial em funcionários. Sua abordagem não informará aos usuários os números usados para avaliar a pressão arterial, mas avisará os usuários que podem ter hipertensão e devem consultar um médico, ou usar um verificador de pressão arterial padrão.

PUBLICIDAD

A empresa também tem equipes trabalhando para adicionar ao smartwatch monitoramento não invasivo de açúcar no sangue, o que pode ser um benefício para diabéticos. Esse recurso ainda está a vários anos de distância e ainda não tem meta de lançamento. Enquanto isso, a empresa discute a adição de suporte aprimorado para medidores de glicose de terceiros ao aplicativo Health do iPhone.

Embora os recursos de pressão arterial e glicose da Apple ainda estejam distantes, a empresa está trabalhando em outras atualizações que serão lançadas antes. Isso inclui novos recursos de saúde feminina, sono, condicionamento físico e gerenciamento de medicamentos.

Uma porta-voz da Apple, com sede em Cupertino, Califórnia, não quis comentar.

PUBLICIDAD

O Apple Watch tornou-se peça vital da linha de dispositivos da Apple desde que foi lançado em 2015. Faz parte da divisão de dispositivos vestíveis (os wearables), casa e acessórios da empresa. As vendas no segmento aumentaram 25% no ano passado, chegando a US$ 38,4 bilhões – mais do que geram os computadores Mac ou o iPad.

A empresa planeja adicionar um sensor de temperatura corporal ao relógio ainda este ano. O recurso, que a Bloomberg relatou pela primeira vez no ano passado, seria inicialmente projetado para ajudar no planejamento da fertilidade.

PUBLICIDAD

Versões futuras do relógio podem expandir o recurso para determinar se um usuário tem uma temperatura corporal mais alta do que o normal, mas – assim como a pressão arterial – é improvável que mostre uma medição.

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

Últimas BrasilTechApple
PUBLICIDAD