Petrobras pressiona Ibovespa e índice fecha estável em dia de rali em NY

After Hours: nos EUA, o S&P 500 eliminou as perdas de maio e registrou seu maior ganho semanal desde novembro de 2020

After hours
27 de mayo, 2022 | 04:48 PM

Bloomberg Línea — O Ibovespa (IBOV), que operou entre perdas e ganhos ao longo do dia, encerrou o pregão desta sexta-feira (27) estável, aos 111.941 pontos. Na semana, o principal índice de renda variável da Bolsa brasileira subiu 3,2%.

PUBLICIDAD

Ações da Petrobras (PETR3; PETR4), que têm grande peso no índice, afundaram 4,17% (ON) e 4,76% (PN), a R$ 33,74 e R$ 30,60, respectivamente, com os investidores digerindo a troca no comando da empresa e as falas de Arthur Lira (PP-AL) de que o governo pode deixar de ser o sócio majoritário da estatal.

Depois da petroleira, as maiores quedas vieram das ações de Yduqs (YDUQ3), com baixa de 4,49%, e MRV (MRVE3), que caiu 2,02%, a R$ 10,17. Na ponta oposta, lideraram os maiores ganhos as ações de BRF (BRFS3) e Minerva (BEEF3), que avançaram 4,82% e 4,40%, a R$ 15,23 e a R$ 14,00, respectivamente, na B3.

PUBLICIDAD

Mais cedo, a Eletrobras (ELET3; ELET6) anunciou em comunicado que irá oferecer um total de 697.476.856 ações junto com o BNDES. Se o lote suplementar for totalmente vendido, poderão acrescentar até 104.621.528 ações ao negócio. A venda pode arrecadar cerca de R$ 35 bilhões com base no fechamento das ações na quinta-feira (26).

No exterior, o dia foi de fortes ganhos para os índices acionários, com alta de até 3,3% na Nasdaq, nos Estados Unidos. Já o dólar ampliou as baixas, negociado abaixo de R$ 4,75, diante do maior apetite ao risco.

PUBLICIDAD

Confira como fecharam os mercados nesta sexta-feira (27):

Cena internacional

Nos Estados Unidos, as ações continuaram a se recuperar de uma queda acentuada nos últimos pregões que derrubou o mercado por sete semanas consecutivas, com o reequilíbrio de investidores institucionais potencialmente elevando as ações no final do mês.

O S&P 500 eliminou suas perdas de maio e registrou seu maior ganho semanal desde novembro de 2020. Já o Nasdaq 100 ultrapassou os principais benchmarks, com a Apple (AAPL) e a Tesla (TSLA) subindo mais de 4%.

PUBLICIDAD

A volatilidade atingiu os mercados financeiros este ano devido ao temor de que bancos centrais agressivos levem a economia a uma recessão, e os analistas continuam divididos sobre se as ações chegaram ao fundo do poço.

O Morgan Stanley e o Bank of America disseram recentemente que pode haver mais perdas por vir, enquanto o BlackRock reduziu as ações dos mercados desenvolvidos para neutras. Enquanto isso, os estrategistas do Citigroup recomendaram aumentar posições nas ações, principalmente na Europa e nos mercados emergentes, com valuations atraentes.

PUBLICIDAD

“É adequado neste momento começar a procurar pechinchas [na bolsa]”, disse Lori Calvasina, chefe de estratégia de ações dos EUA na RBC Capital Markets, à Bloomberg Television. “Se você conseguir deixar as pessoas mais confortáveis na narrativa de fundamentos daqui para frente, acho que as ações estão baratas o suficiente para comprar. Os valuations são uma razão para comprar por conta própria? Não, ainda não.”

-- Com informações da Bloomberg News

PUBLICIDAD

Leia também:

Ex-Credit Suisse Camila Detomi vira sócia na Jive Investments

Últimas BrasilIbovespaJurosDólarBloomberg LíneaAções
Mariana d'Ávila

Editora assistente na Bloomberg Línea. Jornalista brasileira formada pela Faculdade Cásper Líbero, especializada em investimentos e finanças pessoais e com passagem pela redação do InfoMoney.

PUBLICIDAD