Mercados

Wall Street tem a primeira baixa trimestral em dois anos

O S&P 500 acelerou queda no final do dia levando as perdas a 4,9% nos três meses do ano, a maior desde março de 2020, no início da pandemia

Wall Street tem a primeira baixa trimestral em dois anos
Por Vildana Hajric
31 de Março, 2022 | 05:23 PM

Bloomberg — Os mercados americanos de ações caíram no final desta quinta, encerrando o primeiro trimestre com perdas desde o “Bear Market” da pandemia. O mercado de títulos teve as maiores perdas em pelo menos cinco décadas.

PUBLICIDAD

O movimento no último dia de negócios do trimestre trouxe de volta as ameaças de bancos centrais com política duras para conter a inflação e a guerra na Ucrânia. O S&P 500 (SPX) caiu, levando a perda nos três meses para 4,9%, a maior desde março de 2020.

O rendimento dos Treasuries de dois anos subiu após um aumento de 150 pontos-base, o maior desde 1984. As taxas de dez anos caíram, estreitando o spread em relação aos prazos mais curtos, já que os investidores permanecem com a ameaça de um Federal Reserve mais restritivo causar uma recessão. E o petróleo despencou, mas manteve-se pouco acima de US$ 100 o barril em Nova York.

PUBLICIDAD

“A questão é que tipo de risco enfrentamos no segundo trimestre?” Rob Haworth, diretor sênior de estratégia de investimentos da U.S. Bank Wealth Management, disse por telefone.

Ações, títulos soberanos e crédito corporativo foram prejudicados nos primeiros meses do ano em meio a preocupações com uma desaceleração do crescimento, à medida que os bancos centrais se movem para combater a inflação retirando estímulos.

PUBLICIDAD

Os investidores que aplicaram em commodities se saíram melhor, aproveitando ganhos maciços em tudo, de petróleo a níquel e trigo. No entanto, os aumentos exacerbaram as preocupações com os preços e podem levar a uma resposta mais forte dos bancos centrais.

“O rali recente mascarou muita dor nos últimos três meses”, escreveu Matt Maley, estrategista-chefe de mercado da Miller Tabak + Co. desde 1984, segundo dados compilados pela Bloomberg.

O petróleo recuou após o presidente Joe Biden ordenar uma libertação gigante das reservas de petróleo ao mesmo tempo em que estimula o aumento de produção. Os preços do Brent e do West Texas Intermediate caíram cerca de 6%, e o gás natural europeu recuou quando a Rússia disse que interromperia os contratos de gás se os compradores não pagarem em rublos.

PUBLICIDAD

“Além das considerações de fim de trimestre, o petróleo é o centro das atenções”, escreveu Simon Ballard, economista-chefe do First Abu Dhabi Bank, em nota aos investidores.

Os mercados agora veem uma forte chance de o Federal Reserve elevar as taxas em meio ponto em sua reunião de maio. O rendimento de 2 anos superou brevemente o de 10 anos pela primeira vez desde 2019 na terça-feira, invertendo mais um segmento da curva dos Treasuries e reforçando a visão de que os aumentos das taxas do Fed podem causar uma recessão.

PUBLICIDAD

As ações de companhias de petróleo, incluindo Exxon Mobil Corp. (XOM) e Occidental Petroleum Corp. (OXY), caíram.

Enquanto isso, os dados chineses e as preocupações regulatórias pesaram sobre as ações da Ásia. As autoridades chinesas estão considerando um plano para levantar várias centenas de bilhões de yuans para um novo fundo para o setor financeiro, segundo pessoas familiarizadas com o assunto.

PUBLICIDAD

Alguns eventos importantes para assistir esta semana:

  • EUA: Payroll, sexta-feira;

Alguns dos principais movimentos nos mercados:

PUBLICIDAD

Ações

  • O índice S&P 500 (SPX) terminou com baixa de 1,6%;
  • O Nasdaq 100 (NDX) caiu 1,5%;
  • O índice Dow Jones Industrial Average (INDU) caiu 1,6%;
  • O MSCI World recuou 1,4%;

Moedas

  • O Bloomberg Dollar Spot Index (DXY) subiu 0,3%;
  • O iene japonês (JPY) subiu 0,1% para 121,66;
  • O euro (EUR) recuou 0,6% para US$ 1,1091;

Renda fixa

  • O rendimento dos títulos do Tesouro de 10 anos recuou dois pontos básicos para 2,33%;
  • O rendimento de 10 anos da Alemanha caiu dez pontos básicos para 0,55%;
  • O rendimento de 10 anos do Reino Unido caiu seis pontos básicos a 1,61%;

Commodities

  • O petróleo bruto West Texas Intermediate (WTI) caiu 6,4% para US$ 100,90 o barril;
  • O ouro subiu 0,1% para US$ 1.941,80 onça.

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

Últimas BrasilMercadosfuturosUcrânia
PUBLICIDAD