Startups

Floki, Strike e mais: as startups latinas que receberam rodadas Seed esta semana

A Latitud foi um investidor presente em duas rodadas da semana

Early-stage startups.
22 de Abril, 2022 | 09:40 AM

Bem-vindo às rodadas da semana. Nos últimos dias, as empresas de VC investiram em algumas startups latino-americanas: a colombiana Morado, a uruguaia Strike e as brasileiras Floki, InstaCasa e Sofi.

PUBLICIDAD

Semana após semana, pelo menos uma startup colombiana aparece em nossa contagem de rodadas, e o fato é que o país sul-americano está se destacando em termos de projetos que atraem venture capital em estágios iniciais.

Os dados corroboram esta observação. Dados da Statista colocam a Colômbia como o terceiro país da América Latina com maior investimento de capital de risco, com 7,18% do total em 2021, atrás apenas do Brasil, que leva 57,7%, e do México, com 19,27%.

PUBLICIDAD

Por outro lado, os dados mais recentes da Associação para o Investimento de Capital Privado na América Latina (LAVCA) colocam a Colômbia um pouco abaixo dos três primeiros países que mais se destacaram em investimentos de capital de risco. O Brasil lidera a lista com 50,5%, seguido pelo México com 22,7%, Chile com 9,1% e Colômbia com 8,2%.

O fato é que o capital de risco continua fluindo pela região. Vejamos onde foram alocados os investimentos Seed na América Latina.

PUBLICIDAD

Floki

A Floki, foodtech brasileira que usa inteligência artificial para automatizar o processo de compra de pequenas empresas do setor de alimentos, recebeu uma rodada Seed de R$ 50 milhões (US$ 10,6 milhões), liderada pelos fundos NFX e Valor Capital.

Sofi

A fintech Sofi, do Brasil, acaba de receber contribuições de investimento anjo de US$ 200.000. A startup busca promover a saúde financeira da população e já atua no Uruguai, Brasil e Peru. Investidores da Anjos do Brasil, organização sem fins lucrativos criada para incentivar o investimento anjo e apoiar o empreendedorismo inovador no país, assinam o cheque de US$ 168 mil. O cheque de US$ 44 mil será assinado por investidores de um clube de negócios formado pela Apoema Hub, aceleradora que oferece conexões inteligentes e acesso a capital intelectual altamente experiente no formato de investimento e para capacitação de negócios no próximo nível de maturidade.

Strike

Fundada em 2021 e liderada por Santiago Rosenblatt, plataforma que busca transformar e expandir o acesso à segurança cibernética e testes de penetração contínuos, levantou uma rodada de sementes de US$ 5,4 milhões, liderada pela Greyhound Capital, e seguida por FJ Labs, Canary, NXTP, VentureFriends , Magma Partners, Latitud e OrokVentures. Esta rodada será usada para expandir sua rede de grevistas em todo o mundo e reforçar sua posição de liderança na América Latina durante 2022. Posteriormente, a Strike buscará expandir para os mercados dos EUA e da Europa.

PUBLICIDAD

A rodada também contou com a participação de investidores-anjo como Pieter-Jan Vandepitte, Diretor de Operações da DeliveryHero; Sergej Epp, Diretor de Segurança da Informação da Palo Alto Networks; Sergio Fogel, cofundador da dLocal; Matias Woloski, Cofundador da Auth0; Patricio Jutard, Cofundador do Mural; Miguel Ángel Peña, Diretor do Banco Galicia e NaranjaX; Miguel Burger-Calderón, Cofundador da Ethyca; Nicolás Acosta, ex-Diretor de Produto da Twilio, entre outros.

Morado

A loja de tudo para a indústria da beleza, fundada e liderada pela empresária colombiana Angela Acosta em 2022, anunciou o aumento de sua rodada de investimentos pré-seed por US$ 5 milhões. A rodada conta com a participação de A16z, Tiger Global, H20 Capital, QED Fontes, Latitude, Village Global (apoiado por Jeff Bezos, Bill Gates e Mark Zuckerberg), além de uma longa lista de anjos.

PUBLICIDAD

O capital será usado para aumentar sua tecnologia de gestão de estoque e logística de última milha que permite que cabeleireiros e profissionais de beleza tenham um marketplace dedicado aos insumos que necessitam em seus negócios, além de iniciar sua expansão internacional para o México, onde está em negociações com diferentes fornecedores e terá uma operação completa para o último trimestre de 2022.

InstaCasa

A InstaCasa, proptech que criou uma solução que disponibiliza projetos arquitetônicos para corretores de imóveis no Brasil apresentarem casas para seus potenciais clientes, anuncia uma rodada de R$ 15 milhões (US$ 3,2 milhões). A empresa desenvolveu uma plataforma capaz de interpretar as características físicas de cada lote de um empreendimento, como dimensões e declividades, e cruzá-las com restrições legais de ocupação, como zoneamento e regulamentos de construção, com o objetivo de auxiliar o desenvolvimento da força de vendas apresentar ao comprador todo o potencial do que pode ser construído em cada lote. A experiência também é complementada com tecnologias de realidade aumentada e virtual aplicadas a projetos compatíveis com cada lote individualmente. O investimento é liderado pela G5 Partners e acompanhado pela Terracotta Ventures e Gerdau Next Ventures.

Venture CapitalBloomberg LíneaStartups BrasilÚltimas Brasil
Yanin Alfaro

Yanin Alfaro

Periodista mexicana por la UNAM con experiencia en startups y tecnología

Isabela  Fleischmann

Isabela Fleischmann

Jornalista brasileira especializada na cobertura de tecnologia, inovação e startups

PUBLICIDAD