PUBLICIDAD
PUBLICIDAD
Mercados

Ibovespa sobe com rali no exterior e ganhos de commodities

After Hours: Mercados monitoraram perspectivas positivas para o setor de consumo nos Estados Unidos, que reforçaram a confiança na economia

After hours
26 de Maio, 2022 | 05:38 pm

Bloomberg Línea — Os mercados tiveram um rali nesta quinta-feira (26), puxados pelas ações de consumo dos Estados Unidos, que subiram em meio a novas projeções otimistas para o setor. Por aqui, o Ibovespa (IBOV) teve alta de 1,18%, enquanto o dólar recuou, negociado abaixo de R$ 4,80.

PUBLICIDAD

No Brasil, o movimento não foi diferente, com varejistas como Magazine Luiza (MGLU3) e CVC Brasil (CVCB3) entre as maiores altas do dia, com ganhos de 9,70% e 6,75%, respectivamente.

A sessão também foi de ganhos para o petróleo, com alta de 2,74% do tipo Brent, negociado a US$ 114,17 o barril, contribuindo para ganhos de empresas do setor, como 3R Petroleum (RRRP3) e Petrorio (PRIO3), que subiram 3,39% e 1,86% na B3.

PUBLICIDAD

Já entre as maiores perdas, lideraram o grupo as ações da Eletrobras (ELET3; ELET6), com baixas de até 2,5%, em realização diante da expectativa de que a nova oferta de ações da companhia seja protocolada hoje na CVM e na SEC.

Confira como fecharam os mercados nesta quinta-feira (26):

PUBLICIDAD

Cena internacional

Nos Estados Unidos, as ações continuaram a se recuperar dos níveis mais baixos em mais de um ano em meio às perspectivas sólidas de empresas de consumo, que reforçaram a confiança na economia, apesar das dificuldades na cadeia de suprimentos e das pressões inflacionárias.

As ações de consumo lideraram os ganhos no S&P 500, com a gigante Macy’s (M) elevando sua previsão de lucro em meio à demanda por produtos de alta qualidade, enquanto as lojas Dollar Tree (DLTR) e Dollar General Corp. (DG) aumentaram suas projeções de vendas.

Empresas de grande capitalização, como Amazon (AMZN) e Tesla (TSLA) ajudaram a elevar o Nasdaq 100 em cerca de 3%. As fortes projeções das varejistas proporcionaram algum alívio aos investidores depois que os gigantes Walmart (WMT) e Target (TGT) cortaram suas perspectivas na semana passada.

PUBLICIDAD

Os consumidores dos EUA ainda esperam que o choque inflacionário seja temporário e que os ganhos de preços sejam baixos e estáveis no longo prazo, de acordo com um relatório do Federal Reserve Bank de Nova York. Os traders também se confortaram com as atas do Fed de quarta-feira (25), que não mostraram um caminho mais agressivo sendo mapeado para combater os preços elevados.

-- Com informações da Bloomberg News

PUBLICIDAD

Leia também:

Anitta é a mais nova sócia de startup brasileira avaliada em R$ 2,2 bilhões

Últimas BrasilIbovespaJurosDólarBloomberg LíneaAções
Mariana d'Ávila

Mariana d'Ávila

Redatora na Bloomberg Línea. Jornalista brasileira formada pela Faculdade Cásper Líbero, especializada em investimentos e finanças pessoais e com passagem pela redação do InfoMoney.