Tech

Locaweb reorganiza casa com empresas adquiridas e muda nome

Depois de 19 aquisições, Locaweb apresenta nova marca corporativa ao mercado como um ecossistema de soluções

A empresa de tecnologia agora se chamará Locaweb Company.
31 de Março, 2022 | 04:46 PM

A empresa de tecnologia Locaweb (LWSA3), que conta com 19 startups adquiridas, passa a se chamar Locaweb Company. A mudança marca um reposicionamento do portfólio das unidades de negócio, que serão organizadas em verticais de segmentos de atuação.

PUBLICIDAD

Em termos fiscais, a holding já existia. Segundo Luis Carlos dos Anjos, gerente executivo de Marketing e de Canais da Locaweb, com o reposicionamento de marca, a empresa pretende organizar a casa para definir as verticais de cada empresa adquirida.

A Locaweb nasceu em 1998 como uma empresa para hospedagem de sites, mas desde 2012 a companhia lançou novos produtos e passou a se posicionar como uma empresa de soluções digitais para negócios.

PUBLICIDAD

“A gente tinha um outro desafio de organizar um pouco melhor esse portfólio, fazer com que a empresa A se integre com a B, que a marca A venda dentro da B”, disse. A empresa estudou e decidiu que algumas marcas deveriam se juntar a outras, como a Social Miner, e outras continuariam operando de forma autônoma, que atendem, inclusive, concorrentes da Locaweb.

“A Melhor Envio, por exemplo, nossa marca de trazer soluções de logística, funciona muito bem dentro da nossa plataforma Tray. Só que ela também está integrada em diversas outras plataformas de mercado, que são concorrentes da Tray”, disse ele, se referindo à unidade de e-commerce que abre lojas virtuais.

PUBLICIDAD

Segundo Anjos, ainda há dinheiro para novas aquisições, com um comitê especial focado em M&As. Ele explica que a Locaweb vê as aquisições como uma forma de ter produtos e serviços de forma mais rápida e agregar novas pessoas à equipe.

Volatilidade de ações

Sobre os papéis em queda desde o IPO, Anjos disse que a Locaweb está passando por uma volatilidade que não afeta apenas ela, mas todo o mercado de tecnologia.

“De um modo geral empresas de tecnologia são muito endividadas. São empresas que ainda não dão lucro. Uma vez que a taxa de juros aumenta, essas empresas naturalmente perdem o valor. Só que a Locaweb é uma empresa que sempre teve uma operação muito redonda, uma empresa que sempre foi lucrativa, temos Ebitda positivo, a gente apresenta taxas de crescimento. Do nosso lado a operação roda muito bem”, disse.

Startups BrasilTechM&A
Isabela  Fleischmann

Isabela Fleischmann

Jornalista brasileira especializada na cobertura de tecnologia, inovação e startups

PUBLICIDAD