Saúde

Nova York eleva nível de alerta para covid e volta a recomendar uso de máscara

Sob a nova orientação, máscaras deverão ser usadas em ambientes públicos fechados e ambientes externos com aglomerações

Níveis de alerta levam em conta os casos, as internações e o percentual de leitos de internação ocupados por pacientes de covid-19
Por Luke McGrath
17 de Maio, 2022 | 01:25 PM

Bloomberg — A cidade de Nova York elevou o nível de alerta para a covid-19 para alto em meio a uma onda de novos casos e da pressão sobre o sistema de saúde local.

PUBLICIDAD

As autoridades de saúde aumentaram o alerta de médio para alto depois de sinalizar na segunda-feira (16) que a mudança poderia acontecer a qualquer momento.

Diante do nível de alerta alto, os nova-iorquinos devem retomar o uso de máscaras em ambientes públicos fechados e também em ambientes externos com aglomerações, embora o prefeito da cidade, Eric Adams tenha dito no dia anterior que não exigiria o uso de máscara.

PUBLICIDAD

Os níveis de alerta levam em conta os casos, as internações e o percentual de leitos de internação ocupados por pacientes da covid-19. No início de maio, a cidade passou para um alerta médio de baixo depois de ultrapassar 200 novos casos por 100 mil pessoas em um período de sete dias.

Em 13 de maio, os novos casos eram chegaram a 292. Neste cenário, o nível de alerta mais alto é acionado quando as novas internações hospitalares em sete dias ultrapassam 10 a cada 100 mil pessoas, e o percentual de leitos de internação ocupados por pacientes de covid é superior a 10%, segundo orientação do Centro para Controle e Prevenção de Doenças, o CDC.

PUBLICIDAD

Os novos casos estavam em 9,8 a cada 100 mil habitantes, aumentando a partir de 13 de maio, enquanto a porcentagem de leitos ocupados era de 4,14%.

O secretário de Saúde de Nova York, Ashwin Vasan, disse que espera que o pico da onda atual não dure muito se os moradores seguirem as orientações.

– Esta notícia foi traduzida por Melina Flynn, Content Producer da Bloomberg Línea.

PUBLICIDAD

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

PUBLICIDAD

Warren Buffett faz aposta massiva de US$ 2,9 bilhões no Citi

Unicórnios da América Latina não estão imunes à queda de Wall Street

Últimas BrasilCovid-19
PUBLICIDAD