PUBLICIDAD
PUBLICIDAD
Mercados

Wall Street sobe puxado por ações de consumo após novas projeções otimistas

Gigantes do setor como Macy’s e Dollar Tree elevaram projeções para o setor e contribuíam para forte rali no S&P 500 nesta quinta

S gigante Macy’s Inc. elevou sua previsão de lucro em meio à demanda por produtos de alta qualidade
Por Abigail Moses
26 de Maio, 2022 | 01:54 pm

Bloomberg — As ações em Wall Street continuaram a se recuperar dos níveis mais baixos em mais de um ano, uma vez que as perspectivas sólidas das varejistas reforçaram a confiança na economia, apesar das pressões inflacionárias e da cadeia de suprimentos.

PUBLICIDAD

Uma queda nas taxas de hipotecas nos Estados Unidos desde abril de 2020 também ajudou o sentimento. As ações de varejo lideraram os ganhos no S&P 500, que subiram em um rali de base ampla. O índice subia mais de 2% em Nova York por volta das 13h45 (horário de Brasília).

A gigante Macy’s Inc. (M) elevou sua previsão de lucro em meio à demanda por produtos de alta qualidade. Já as lojas de grandes descontos Dollar Tree Inc. (DLTR) e Dollar General Corp. (DG) deram um salto depois de elevar suas projeções.

PUBLICIDAD

As fortes estimativas das varejistas proporcionaram algum alívio aos investidores depois que as gigantes do setor Walmart Inc. (WMT) e Target Corp. (TGT) cortaram suas perspectivas na semana passada, provocando uma liquidação nas ações de empresas ligadas ao consumo.

Os traders também se consolaram com a ata do Federal Reserve de quarta-feira (25), que não mostrou um caminho mais agressivo sendo mapeado para combater os preços elevados, embora os bancos centrais permaneçam firmes em sua determinação de conter a inflação.

PUBLICIDAD

“Depois de semanas no vermelho, o mercado está tentando se recuperar em meio ao tom um pouco menos agressivo do Fed ontem e alguns pontos positivos nos ganhos do varejo”, disse Mike Loewengart, diretor administrativo de estratégia de investimento da E*Trade do Morgan Stanley (MS).

“Embora um consumidor resiliente não seja uma coisa ruim, sinais de força em meio à inflação recorde podem causar um obstáculo para o Fed, que está apostando em uma desaceleração para domar os preços altos.”

Os compromissos de dívida de US$ 32 bilhões da Broadcom Inc. para ajudar a financiar a aquisição da empresa de computação em nuvem VMware Inc. (VMW) é o maior pacote de financiamento de fusões e aquisições em mais de um ano, segundo dados compilados pela Bloomberg.

PUBLICIDAD

O financiamento mostra que os bancos de Wall Street ainda têm um apetite significativo para emprestar aos mutuários, mesmo com o aumento das taxas de juros e as preocupações com o crescimento alimentando a volatilidade nos mercados de crédito.

Veja mais em bloomberg.com

PUBLICIDAD

Leia também:

Oferta da Eletrobras já atrai demanda de R$ 13 bilhões, segundo fontes

O que a demanda da China pelo milho brasileiro significa para o agro nacional

Últimas BrasilWall StreetAçõesDólarJuros