Internacional

Xangai relaxa lockdown mas vírus se espalha em outros lugares

Centro financeiro chinês registrou o terceiro dia consecutivo sem novos casos de covid-19 na comunidade em geral

Residente na fila de espera para um teste durante bloqueio em Xangai em 16 de maio
Por Bloomberg News
17 de Maio, 2022 | 09:00 AM

Bloomberg — Xangai começa a sair lentamente do lockdown que confinou milhões de pessoas em suas casas por semanas, mas surtos em cidades distantes mostram como a China está presa em uma batalha aparentemente interminável para combater a variante ômicron.

PUBLICIDAD

O centro financeiro chinês registrou o terceiro dia consecutivo sem novos casos de covid-19 na comunidade em geral, um marco que, segundo as autoridades, permitirá o relaxamento das restrições rígidas que prejudicaram a atividade econômica e reduziram quase todos os aspectos da vida cotidiana. Todos os 16 distritos da cidade não relataram disseminação do vírus, segundo autoridades.

Enquanto isso, na cidade portuária de Tianjin, no norte, surgiu um novo surto, provavelmente desencadeado por uma infecção de um trabalhador em uma instalação de armazenamento a frio, informou a emissora estatal CCTV, citando autoridades de saúde locais.

PUBLICIDAD

A cidade de quase 14 milhões de habitantes detectou 28 infecções durante testes em massa, depois que um surto anterior em janeiro causou interrupções na Toyota e Volkwagen.

O distrito de Fengtai, em Pequim, bloqueará algumas áreas pelos próximos sete dias após o surgimento de novos focos. Mais a oeste na província de Sichuan, um surto aumentou na cidade de Guang’an. Foram mais de 400 infecções em cerca de uma semana.

PUBLICIDAD

Os novos surtos, apesar de uma lista crescente de restrições, mostram como as autoridades estão engajadas em uma luta inglória para eliminar a variante ômicron.

Xangai registrou um total de 823 infecções na segunda-feira, ante 938 no domingo.

Muitas restrições ainda permanecem. Os moradores devem apresentar um passe para sair de seus complexos e só podem sair de bicicleta ou a pé. Os passes são distribuídos para cada apartamento por comitês residenciais, permitindo que uma pessoa por família saia durante o horário marcado para fazer compras de supermercado.

PUBLICIDAD

De acordo com os passes vistos pela Bloomberg News, a maioria dos complexos permitirá que os moradores saiam duas vezes nos próximos quatro dias, por no máximo quatro horas por viagem.

Um entregador de comida navega entre bicicletas compartilhadas formando uma barricada temporária durante um bloqueio.Fonte: Bloombergdfd

Veja mais em bloomberg.com

PUBLICIDAD

Leia também

Petróleo sobe com melhora do humor global, com traders de olho na China

Últimas BrasilCovid-19LockdownChina
PUBLICIDAD