Startups

Lightrock levanta US$ 300 mi para investir em startups na América Latina

Fundo da gestora britânica será direcionado para growth equity na região e conta com aportes do LGT Group, XP, Bradesco, BNDES e Family Offices

Gestora britânica vai investir US$ 300 milhões na América Latina, sendo 80% do total aplicado no Brasil
18 de Maio, 2022 | 06:15 PM

Bloomberg Línea — A gestora britânica Lightrock concluiu a captação de US$ 300 milhões para a criação de um fundo direcionado a investimentos em growth equity de empresas na América Latina.

PUBLICIDAD

Com US$ 3 bilhões de ativos sob gestão, investidos em 14 países na Europa, Estados Unidos, América Latina, Ásia e África, a estratégia da empresa é ampliar sua exposição na região onde atualmente já tem recursos aplicados no unicórnio colombiano Tul, uma plataforma de e-commerce que vende materiais de construção para pequenos comerciantes, na chilena Betterfly e na Dock, no segmento de banking as a service.

Os recursos para a composição do fundo foram diversificados. A asset teve como investidor âncora o LGT Group, um dos maiores bancos de investimento da Europa, com sede em Liechtenstein e com US$ 295 bilhões em ativos em sua carteira. No Brasil, Bradesco (BBDC4), XP (XP), BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), alguns Family offices e fundos de pensão também participaram da rodada.

PUBLICIDAD

“Os investimentos da gestora na região cresceram muito e já temos US$ 400 milhões investidos em onze empresas. Nos próximos anos esperamos aumentar nossa exposição na região para mais de US$ 1 bilhão”, disse Marcos Wilson Pereira, Managing Partner e Head da Lightrock na América Latina, em entrevista para a Bloomberg Línea.

Segundo o executivo, cerca de 80% dos recursos serão direcionados ao Brasil e o restante para os demais países da região. Com o novo fundo, os investimentos na América Latina se aproximam de US$ 700 milhões, já que cerca de 20% de um fundo global formado anos atrás já tinha destino os países da região. Agora, a América Latina passa a ter um exclusivo, seguindo um direcionamento da matriz.

PUBLICIDAD

A Lightrock chegou na América Latina em 2017, com o investimento na General Water. Entre as empresas que receberam investimentos da gestora estão Frete.com, Creditas, Dr. Consulta, Konfio e Buser.

Até agora, os olhares estavam direcionados para os segmentos de saúde, educação, serviços financeiros e transportes. Com o novo fundo, o horizonte de investimentos será ampliado para empresas nas áreas de sustentabilidade e uso eficiente de recursos naturais, além de continuar apostando naqueles onde já atua.

Leia também

Últimas BrasilBloomberg Líneagestora de investimentosBradescoXP IncBNDES
Alexandre Inacio

Alexandre Inacio

Jornalista brasileiro, com mais de 20 anos de carreira, editor da Bloomberg Línea. Com passagens pela Gazeta Mercantil, Broadcast (Agência Estado) e Valor Econômico, também atuou como chefe de comunicação de multinacionais, órgãos públicos e como consultor de inteligência de mercado de commodities.

PUBLICIDAD