Negócios

CSN se prepara para fazer oferta pela Samarco: Fontes

Empresa contratou a boutique de reestruturação RK Partners para ajudá-la a elaborar uma proposta

CSN espera que isso possa ajudar a acabar com as disputas entre os detentores de títulos da dívida e acionistas da Samarco, segundo as pessoas
Por Cristiane Lucchesi
20 de Junho, 2022 | 03:55 PM

Bloomberg — A CSN (CSNA3) contratou um assessor para ajudar a preparar um plano para tentar comprar a mineradora Samarco, joint venture da Vale (VALE3) e da BHP que está em recuperação judicial, disseram pessoas a par do assunto.

PUBLICIDAD

A CSN contratou a boutique de reestruturação RK Partners para ajudá-la a elaborar uma proposta, disseram as pessoas, pedindo para não serem identificadas porque nenhum anúncio oficial foi feito.

A ideia seria que a CSN fizesse a chamada oferta de “stalking-horse”, ou seja, uma oferta base para que os demais possíveis compradores não possam ofertar valores abaixo disso, disseram as pessoas.

PUBLICIDAD

A CSN espera que isso possa ajudar a acabar com as disputas entre os detentores de títulos da dívida e acionistas da Samarco, segundo as pessoas.

CSN não respondeu imediatamente a pedidos de comentários. A RK Partners não quis comentar.

PUBLICIDAD

Em mensagem por email à Bloomberg News, a BHP e a Vale disseram que “a Samarco não está à venda” e reafirmaram seu apoio ao plano de reestruturação protocolado pelos sindicatos de empregados da Samarco em 18 de maio.

A Samarco ficou impossibilitada de pagar suas dívidas após o rompimento de barragem de resíduos em 2015, que matou 19 pessoas e quase destruiu duas vilas em Mariana, Minas Gerais. A empresa interrompeu a produção e demorou até dezembro de 2020 antes de poder reiniciar parcialmente as operações. Ela listou cerca de R$ 50 bilhões em dívidas inadimplentes em seu pedido de recuperação judicial de abril de 2021.

Após anos de negociações malsucedidas, a Samarco apresentou planos de reestruturação de sua dívida que foram rejeitados pelos detentores de títulos.

PUBLICIDAD

Na sexta-feira, a empresa entrou com uma petição criticando a proposta de reestruturação da dívida dos detentores de títulos, apresentada em maio. Uma audiência de conciliação está marcada para esta terça-feira.

A contratação da RK Partners pela CSN foi publicada pela primeira vez pelo colunista do jornal O Globo Lauro Jardim.

PUBLICIDAD

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

Estresse de ações americanas deve perder força, diz JPMorgan

Últimas BrasilCSNSamarco
PUBLICIDAD