Mercados

Dólar vai a R$ 4,88 e Ibovespa recua com aversão ao risco de investidores

Preocupações com o fraco crescimento econômico em meio ao avanço da inflação e a alta dos juros voltam a pesar sobre os mercados

Moeda americana tem mais uma sessão de alta com investidores em busca de ativos considerados "porto seguro"
08 de Junho, 2022 | 10:40 AM

Bloomberg Línea — Em linha com os mercados externos nesta quarta-feira (8), o Ibovespa (IBOV) opera em queda no início dos negócios, repercutindo as preocupações com o aumento da inflação no mundo e as medidas dos bancos centrais para conter o aumento dos preços. O dólar avançava e era negociado a R$ 4,88.

PUBLICIDAD

O sentimento de confiança permanece frágil devido aos temores de que o aumento das taxas sufocará o crescimento econômico e as perspectivas para os lucros corporativos. Nesta quinta-feira (9), o Banco Central Europeu deve anunciar o fim de compras de ativos em trilhões de euros, antes de um aumento de juros esperado para julho, o que marcará o fim de oito anos de taxas de juros negativas na região.

Na sexta, o foco se voltará para a leitura do índice de preços ao consumidor (o CPI) dos Estados Unidos em busca de pistas sobre a trajetória do juro do Federal Reserve após a alta do banco central em 4 de maio.

PUBLICIDAD

Entre os destaques do dia, a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) reduziu sua projeção para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil neste ano, de 1,4% para 0,6%. A entidade também revisou para baixo a estimativa para o crescimento da economia brasileira em 2023, de 2,1% para 1,2%.

O relatório diz que a taxa Selic deve subir até 13,25% ao ano - está atualmente em 12,75% - e permanecer neste patamar até o começo de 2023, diminuindo depois lentamente ao longo do ano, à medida que os “efeitos defasados dos aumentos recentes são finalmente sentidos”.

PUBLICIDAD

No noticiário corporativo, hoje é o último dia para a reserva de ações da Eletrobras (ELET3; ELET6) por parte dos investidores. A expectativa do mercado é que a oferta pública movimente mais de R$ 35 bilhões, já que a demanda esperada teria superado R$ 50 bilhões.

Confira o desempenho dos mercados nesta quarta-feira (8):

  • Por volta das 10h15 (horário de Brasília), o Ibovespa recuava 0,74%, aos 109.254 pontos;
  • O dólar à vista tinha mais uma sessão de ganhos, negociado a R$ 4,88, contribuindo para a alta dos contratos de juros futuros;
  • Nos EUA, os índices futuros apontavam para uma sessão de queda: o do Dow Jones cedia 0,61%, o do S&P 0,55%, enquanto o da Nasdaq tinha baixa de 0,54%;
  • Na Europa, as bolsas também caíam, com destaque para o índice CAC-40, de Paris, com baixa de 1,2%.

-- Com informações da Bloomberg News

PUBLICIDAD

Leia também:

Burger King mira loja 100% digital e Geração Z, diz próximo CEO

Últimas BrasilBloomberg LíneaAçõesDólarJuros
Mariana d'Ávila

Mariana d'Ávila

Redatora na Bloomberg Línea. Jornalista brasileira formada pela Faculdade Cásper Líbero, especializada em investimentos e finanças pessoais e com passagem pela redação do InfoMoney.

PUBLICIDAD