PUBLICIDAD
PUBLICIDAD
Negócios

Musk diz que acordo do Twitter a preço mais baixo não está fora de questão

No fim de semana, ele twittou que a equipe jurídica do Twitter ligou para reclamar que ele havia violado seu acordo de confidencialidade

Musk pressionou ainda mais nessa frente na segunda-feira (16) em uma conferência de tecnologia em Miami, estimando que usuários falsos representam pelo menos 20% de todas as contas do Twitter
Por Dana Hull e Nathan Crooks
16 de Maio, 2022 | 04:13 pm

Bloomberg — Elon Musk alimentou especulações de que poderia tentar renegociar sua aquisição do Twitter (TWTR), dizendo que um acordo viável a um preço mais baixo não estaria “fora de questão”.

PUBLICIDAD

As ações do Twitter reduziram brevemente as perdas nas negociações da tarde. As ações vêm caindo com a preocupação de que Musk possa desistir da aquisição de US$ 44 bilhões. Essa preocupação cresceu na semana passada, quando Musk questionou os dados divulgados publicamente pelo Twitter sobre a porcentagem de spam e contas falsas em seu serviço de mídia social.

Musk pressionou ainda mais nessa frente na segunda-feira (16) em uma conferência de tecnologia em Miami, estimando que usuários falsos representam pelo menos 20% de todas as contas do Twitter. Essa foi sua estimativa mais baixa sobre o número de bots do Twitter, e ele perguntou retoricamente se o número poderia chegar a 90%, de acordo com um vídeo transmitido ao vivo de seus comentários postado por um usuário do Twitter.

PUBLICIDAD

O Twitter não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

Musk, CEO da Tesla (TSLA) e da SpaceX, disse na semana passada que sua tentativa de comprar o Twitter estava “temporariamente suspensa” pendente de detalhes sobre quantas contas de spam e falsas estão na plataforma. No fim de semana, ele twittou que a equipe jurídica do Twitter ligou para reclamar que ele havia violado seu acordo de confidencialidade. O Twitter se recusou a comentar.

PUBLICIDAD

Musk falou em uma conferência organizada por um podcast chamado “All-In”, dirigido por Chamath Palihapitiya, Jason Calacanis, David Sacks e David Friedberg. O evento de US$ 7.500 por pessoa teve os ingressos esgotadas, e os organizadores disseram que os jornalistas foram excluídos da participação. Musk apareceu na cúpula de Miami por videoconferência.

Musk começou a comprar ações do Twitter em janeiro e divulgou uma participação de 9,2% na empresa em 4 de abril. Uma teoria é que Musk está tentando pagar um preço mais baixo pelo plataforma, levantando a questão das contas falsas.

As ações do Twitter caíam 6,9%, para US$ 37,93 às 15h53, pelo horário de Brasília. A diferença entre o preço de oferta de US$ 54,20 por ação de Musk e o preço das ações do Twitter continuou a aumentar, eliminando todos os ganhos que as ações haviam obtido desde que o bilionário divulgou sua participação na plataforma de mídia social.

PUBLICIDAD

Leia também

50 ações e fundos favoritos dos investidores de alta renda em abril

Últimas BrasilElon MuskTwitter