Mercados

Ásia mantém cautela com ações e futuros de NY em leve baixa

As ações globais estão com perdas na semana, prejudicadas pelo risco de uma desaceleração econômica conforme o Fed enfrenta a inflação alta

Ásia mantém cautela com ações e futuros de NY com leve baixa
Por Sunil Jagtiani
07 de Abril, 2022 | 10:47 PM

Bloomberg — Ações asiáticas e os futuros de índices dos EUA operavam com leve baixa na manhã desta sexta em meio a negociações cautelosas, à medida que os investidores ainda digeriam o plano do Federal Reserve de aperto agressivo da política monetária e monitoravam o alcance dos lockdowns contra covid na China.

PUBLICIDAD

As ações recuavam no Japão e Coreia do Sul, mas subiam na Austrália após ganhos modestos de Wall Street na quinta-feira. As ações globais estão com perdas na semana, prejudicadas pelo risco de uma desaceleração econômica conforme o Fed enfrenta a inflação alta.

Os rendimentos dos Treasuries recuaram e a curva de títulos permaneceu mais íngreme após a ata do Fed na quarta-feira, que delineou planos para reduzir o balanço do banco central em mais de US$ 1 trilhão por ano.

PUBLICIDAD

Um indicador de dólar atingiu o seu nível mais alto desde 2020. O petróleo manteve as perdas recentes, pressionado pelos planos de liberar milhões de barris de petróleo de reservas estratégicas e pelo surto de vírus que enfraquece a demanda da China.

A perspectiva de aumentos acentuados das taxas do Fed, juntamente com uma redução em seu balanço de títulos, a guerra da Rússia na Ucrânia e o surto de covid na China estão restringindo o sentimento dos investidores. Xangai registrou mais de 20 mil casos diários de covid e o lockdown da cidade ameaça se tornar uma das maiores crises já enfrentadas pelo presidente Xi Jinping.

PUBLICIDAD

“As ações tiveram um pouco mais de dificuldade nesta semana para digerir o fato de que as taxas de juros serão mais altas” em meio a uma grande mudança nas expectativas em torno da política monetária, disse Anthony Saglimbene, estrategista de mercado global da Ameriprise Financial Inc., à Bloomberg TV.

O presidente do Federal Reserve de St. Louis, James Bullard, disse que prefere aumentar a taxa básica de juros para 3% a 3,25% no segundo semestre de 2022. Já o presidente do Fed de Chicago, Charles Evans, e seu colega de Atlanta, Raphael Bostic, afirmaram que são favoráveis em levar os juros para o patamar neutro enquanto ainda monitoram a performance da economia durante esse movimento.

Enquanto isso, autoridades dos EUA alertaram que a guerra na Ucrânia pode durar semanas ou até anos. Os países da União Européia concordaram em proibir as importações de carvão da Rússia, a primeira vez que as sanções do bloco têm como alvo receitas cruciais de energia de Moscou.

PUBLICIDAD

Principais eventos para assistir esta semana:

  • Decisão da taxa do Reserve Bank of India, sexta-feira

Alguns dos principais movimentos nos mercados:

PUBLICIDAD

Ações

  • Os futuros de S&P 500 (ESA) recuava 0,1% às 10h35 em Tóquio (22h35 em Brasília). Na quinta, o S&P 500 (SPX) subiu 0,4%;
  • Os futuros do Nasdaq 100 (NQA) recuavam 0,1%. O Nasdaq 100 (NDX) subiu 0,2%;
  • O índice Topix (TOPIX), de Tóquio, tinha baixa de 0,2%;
  • O S&P/ASX 200 da Austrália (AS51) subia 0,5%;
  • O índice Kospi (KOSPI), de Seul, recuava 0,4%;

Moedas

  • O iene japonês (JPY) operava a 123,66 por dólar;
  • O yuan offshore (CNH) operava a 6,3637 por dólar;
  • O Bloomberg Dollar Spot Index (DXY) operava estável;
  • O euro (EUR) operava a US$ 1,0902;

Renda fixa

  • O rendimento dos títulos do Tesouro de 10 anos recuava três pontos base para 2,57%;
  • O rendimento de 10 anos da Austrália caía três pontos base para 2,90%;

Commodities

  • O petróleo bruto West Texas Intermediate (WTI) era negociado a U$ 97,46 o barril, com alta de 1,3%;
  • O ouro era negociado a US$ 1.926,20 a onça.

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

Últimas BrasilMercadosfuturosUcrânia
PUBLICIDAD