Cripto

Bitcoin é negociado abaixo de US$ 30 mil enquanto mercados digerem colapso da TerraUSD

O Bitcoin teve modesta recuperação depois de ter caído para um mínimo de US$ 25.425 na quinta-feira

A maior criptomoeda avançou 1,1%, para US$ 29.670 às 10h40 em Londres
Por Tanzeel Akhtar
15 de Maio, 2022 | 08:47 AM

Bloomberg — Atualizado em 15 de maio de 2022, 17h48

PUBLICIDAD

O Bitcoin (BTC) teve uma recuperação modesta para negociar em cerca de US$ 30.000, estendendo um período de relativa calma do mercado após o colapso das stablecoins que agitou os ativos digitais na semana passada.

A maior criptomoeda avançava 3,4% no domingo, para US$ 30.350 às 17h, horário de Brasília. O Ether, o segundo maior token, subia 5%, enquanto moedas como Avalanche e Cardano registraram ganhos ainda maiores.

PUBLICIDAD

O Bitcoin caiu para um mínimo de US$ 25.425 na quinta-feira, depois que a stablecoin algorítmica TerraUSD se desfez, jogando todo o ecossistema que a suportava em desordem. No auge, o pânico do mercado engoliu a stablecoin de US$ 76 bilhões, Tether, uma peça chave em criptoativos que caiu brevemente de sua paridade com o dólar.

“Testemunhamos o rápido declínio de um grande projeto, que gerou ondulações em todo o setor, mas também uma nova resiliência encontrada no mercado que não existia durante a última queda”, Changpeng Zhao, CEO da exchange de criptomoedas Binance twittou no domingo.

PUBLICIDAD

Mesmo após a recuperação de domingo, o valor total de mercado das criptomoedas caiu cerca de US$ 350 bilhões na semana passada, para cerca de US$ 1,35 trilhão, segundo dados da CoinGecko. O Bitcoin está quase 60% abaixo de sua alta histórica de novembro.

Embora os mercados de criptomoedas possam ter digerido o pior das consequências do TerraUSD, a classe de ativos enfrenta outros desafios – mais notavelmente, taxas de juros globais crescentes e condições de liquidez mais apertadas. O presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, reafirmou esta semana que o banco central provavelmente aumentará as taxas de juros em meio ponto em suas próximas duas reuniões.

“Continuo otimista a longo prazo, especialmente no Bitcoin”, disse Vasja Zupan, presidente da exchange de criptomoedas Matrix. “Mas prevejo alta volatilidade por algum tempo, seguida por um período de volumes muito mais baixos a preços mais baixos antes que possamos esperar novas tendências de todos os tempos”.

PUBLICIDAD

Leia também:

Chefe de fintech afirma que criptomoedas são utilizadas em fraudes

criptoBitcoinStablecoinÚltimas Brasil
PUBLICIDAD