Cripto

Onda vendedora faz mercado de criptoativos cair abaixo de US$ 1 trilhão

Marca representa perda de mais de 67% em relação a novembro e é acelerada por temores depois de congelamento de saques por plataforma

Traders tem aumentado as apostas para um ritmo mais agressivo de aperto do Federal Reserve
Por Joanna Ossinger e Suvashree Ghosh
13 de Junho, 2022 | 08:02 am

Bloomberg — O bitcoin (BTC) desabou para o menor nível em cerca de 18 meses após a plataforma de empréstimos Celsius congelar os saques nesta segunda-feira (13), intensificando a preocupação de que o risco sistêmico no ecossistema de criptomoedas acelere a queda de valor do mercado de ativos digitais.

PUBLICIDAD

O token digital mais negociado do mundo chegou a cair mais de 17%, para US$ 22.603 - o menor nível desde dezembro de 2020. Outras criptomoedas também caíam à medida que o selloff mais amplo continuou. O índice MVIS CryptoCompare Digital Assets 100, que mede 100 dos principais tokens, caiu 17%.

O valor total do mercado de criptomoedas, que chegou a US$ 3 trilhões em novembro, caiu para menos de US$ 1 trilhão às 11h54, horário de Brasília, nesta segunda, segundo a CoinGecko.

PUBLICIDAD

“Os fundamentos para apoiar a estabilização e a recuperação simplesmente não existem”, disse Steven McClurg, cofundador e CIO da gestora de fundos de criptomoedas Valkyrie Investments. “As coisas podem e provavelmente vão piorar antes de melhorar.”

As ações das empresas que adotaram a criptomoeda também caíram. A MicroStrategy (MSTR), empresa de software que fez compras de bitcoin como parte de sua estratégia corporativa, chegou a cair 28%. A Block, de Jack Dorsey, caiu até 10%. As mineradoras de bitcoin Marathon Digital Holdings e Riot Blockchain caíram até 19% e 16%, respectivamente.

PUBLICIDAD

A Binance, maior plataforma de negociação de criptomoedas, suspendeu temporariamente os saques de bitcoin devido a um problema de processamento de transações. Em outras redes, ainda era possível fazer saques.

O sell-off vem se intensificando à medida que traders aumentam as apostas em um ritmo mais agressivo de aperto monetário do Federal Reserve - leia-se aumento de juros - depois que os dados de sexta-feira (10) mostraram que a inflação dos EUA voltou a se acelerar, contrariando expectativas.

As criptomoedas, que passaram por dificuldades com a nova política monetária do Fed nos últimos meses, foram particularmente atingidas. O colapso do ecossistema Terra/Luna no mês passado e a suspensão de saques por parte da Celsius nesta segunda corroeram ainda mais a confiança no setor.

PUBLICIDAD

“Se continuar comprado, pense em fazê-lo com proteção para limitar o risco” nos futuros de bitcoin, disse Rick Bensignor, presidente da Bensignor Investment Strategies e ex-estrategista do Morgan Stanley. “Se a criptomoeda despencar, não há suporte confiável nas proximidades.”

Traders especularam que a Celsius pode enfrentar mais riscos se o sell-off no mercado se aprofundar. Um empréstimo no valor de mais de US$ 278 milhões, um dos maiores individuais na plataforma descentralizada MakerDAO, foi identificado como realizado pela Celsius, de acordo com o rastreador de dados Block Analitica. Se o bitcoin ficar abaixo de US$ 22.534,89, a posição será liquidada, adicionando mais pressão de venda para o bitcoin, disse a empresa.

PUBLICIDAD

Os dados mostram que um usuário usou 17.919 bitcoins “embrulhado”, uma versão do bitcoin que pode ser usada em finanças descentralizadas, como garantia para um empréstimo no valor de US$ 278.490.419 na stablecoin descentralizada DAI. Embora o explorador de blockchain Etherescan não tenha identificado a carteira como sendo da Celsius, uma carteira desta enviou mais 2.000 bitcoins “embrulhados” para apoiar a posição. A Celsius não respondeu imediatamente a um pedido de comentário sobre as carteiras.

O ether (ETH) chegou a cair até 20%, chegando ao nível mais baixo desde janeiro de 2021. O criptoativo avalanche caiu até 20%, a solana, até 19% e o dogecoin, até 20%.

PUBLICIDAD

“Se o ethereum chegar a US$ 1.200 (a média móvel de 200 semanas), as perspectivas para outras altcoins ficarão ainda pior”, disse Trenchev.

Veja mais em Bloomberg.com

PUBLICIDAD

Leia também

Warren Buffett, Google e Facebook estão em um embate sobre energia limpa

Últimas BrasilBitcoinEthercripto
PUBLICIDAD