Cripto

Blockchain Terra será dividida e abandonará stablecoin em colapso

Sob a nova estrutura, blockchain original será conhecido como Terra Classic, enquanto seu token nativo Luna, que caiu perto de zero este mês

Blockchain Terra será dividida e abandonará stablecoin em colapso
Por Sidhartha Shukla e Emily Nicolle
25 de Maio, 2022 | 12:58 PM

Bloomberg — Uma proposta do fundador do problemático blockchain Terra para salvar o projeto foi aprovada, evitando o colapso total de um dos experimentos mais assistidos em finanças descentralizadas.

PUBLICIDAD

Sob a estrutura recém-aprovada, o blockchain original será conhecido como Terra Classic, enquanto seu token nativo Luna, que caiu perto de zero este mês, será renomeado como Luna Classic com o ticker LUNC. A nova blockchain Terra começará a executar uma moeda sob o nome e ticker Luna existente e não incluirá a stablecoin TerraUSD.

O desenrolar do Terra, que começou no início deste mês com a implosão da stablecoin algorítmica que Do Kwon, o empresário de criptomoedas por trás do Terra, havia anunciado implacavelmente, marcou um dos maiores fracassos da história da indústria de criptomoedas. Embora o resultado da votação de quarta-feira (25) represente uma espécie de vitória para Kwon e seus apoiadores, persistem dúvidas sobre se a Terra pode ser revivida.

PUBLICIDAD

O processo significa que a Terraform Labs está efetivamente abandonando a stablecoin TerraUSD, ou UST, que a partir de agora só será negociada na blockchain Terra Classic. Projetado para manter uma paridade de 1 para 1 em relação ao dólar, foi negociado a cerca de 7 centavos na quarta-feira.

Kwon realizando o que é conhecido na indústria como um “hard fork” da rede. Sua sugestão foi posteriormente alterada pela Terraform Labs, a principal operadora do projeto, para forjar uma blockchain Terra totalmente nova e deixar a rede antiga para ser gerenciada pelos usuários.

PUBLICIDAD

Kwon disse que os novos tokens Luna seriam distribuídos aos detentores anteriores de Luna e UST em um chamado “air drop”, contando com um instantâneo tirado da antiga rede Terra para verificar os participantes. Todos os aplicativos e ativos descentralizados criados na antiga cadeia Terra precisarão migrar para a nova, disse o Terraform Labs, com os detentores de Luna e UST aconselhados a transferir seus tokens para carteiras nativas do Terra em vez de mantê-los em exchanges.

Leia também

10 melhores e piores cidades para evitar um burnout

Últimas BrasilTerra
PUBLICIDAD