Cripto

Criptomoedas da Solana e da Terra são contaminadas pelo rali do Bitcoin

SOL, da Solana, e a Luna, da Terra, estiveram entre os maiores ganhadores no universo das criptomoedas na semana passada

El logo de Solana en una conferencia en Los Ángeles
Por Joana Ossinger
04 de Abril, 2022 | 08:25 AM

Bloomberg — O SOL, da Solana, e a Luna, da Terra, estiveram entre os maiores ganhadores no universo das criptomoedas na semana passada, um sinal de uma crescente recuperação dos tokens digitais após o renascimento do Bitcoin.

PUBLICIDAD

O SOL acumulada alta de 28% nos últimos sete dias, enquanto a Luna subiu cerca de de 22%, de acordo com o rastreador CoinGecko. O Bitcoin no mesmo período mudou pouco, tendo saltado cerca de 40% em relação à baixa de janeiro.

“O Bitcoin agora está esfriando”, escreveu Antoni Trenchev, sócio-gerente e cofundador do credor de criptomoedas Nexo, em nota no domingo. “Há toda uma carga de emoção acontecendo fora do Bitcoin.”

PUBLICIDAD

A Solana pode estar se beneficiando de movimentos para incluir tokens não fungíveis de seu blockchain no grande mercado OpenSea, bem como a popularidade do aplicativo relacionado a fitness baseado em Solana chamado STEPN, disse Jonathan Cheesman, chefe de vendas institucionais e de balcão na exchange de cripto-derivados FTX.

Luna é agora um dos 10 principais tokens de criptografia por capitalização de mercado. A empresa por trás da blockchain Terra afiliada da Luna comprou mais de US$ 1 bilhão em Bitcoin desde o final de janeiro. Isso faz parte de um plano para apoiar sua stablecoin UST com uma reserva composta pela maior criptomoeda do mundo.

PUBLICIDAD

Essa estratégia geral atraiu algumas críticas, já que o Bitcoin é volátil, mas também chamou a atenção para Luna.

“Luna Foundation Guard comprou 30 mil Bitcoins para diversificar as reservas”, observou Cheesman. “Eles disseram que comprarão pelo menos o dobro na primeira fase, mas não houve nenhum movimento agora por quatro dias.”

Leia também

PUBLICIDAD

Maior locadora de jatos do mundo tem US$ 2,5 bilhões em risco na Rússia

Espanhol de 18 anos vence o Miami Open e leva prêmio de mais de R$ 5 milhões

Últimas BrasilSolSolanaLuna
PUBLICIDAD