Mercados

Este bilionário fez uma aposta na Netflix e perdeu US$ 435 milhões em 3 meses

Bill Ackman, da Pershing Square Capital, tornou-se um dos 20 maiores detentores da Netflix este ano ao comprar quando as ações já tinham começado a cair

Bill Ackman, diretor executivo da Pershing Square Capital Management LP, fala durante uma entrevista da Bloomberg Television em Nova York, EUA, em 2017
Por Scott Deveau y Christopher Palmeri
21 de Abril, 2022 | 10:23 AM

O investidor Bill Ackman abandonou sua posição na Netflix Inc. após perder mais de US$ 430 milhões em seu investimento em menos de três meses. A Pershing Square Capital Management, a empresa de investimentos do bilionário, informou ontem ter vendido suas participações na empresa, depois que a líder na transmissão por streaming relatou uma queda inesperada nos assinantes no primeiro trimestre e projetou uma queda ainda mais acentuada na atual. As ações da Netflix caíram 35%, para US$ 226,19, no fechamento em Nova York, o que a tornou o ativo de pior performance no S&P 500 neste ano.

PUBLICIDAD

Ackman havia se tornado um dos 20 maiores detentores de papéis da Netflix este ano, comprando depois que as ações já tinham começado a cair em virtude das preocupações sobre a base de assinantes.

Com base no preço de antes de Ackman revelar sua participação em 26 de janeiro, seu fundo perdeu cerca de US$ 435 milhões em sua posição de mais de 3,1 milhões de ações. Sua participação na empresa teria valido cerca de US$ 700 milhões a partir do fechamento da quarta-feira.

PUBLICIDAD

Um representante da Pershing Square se recusou a comentar a magnitude da perda.

Pico da Netflix

As ações da Netflix subiram à medida que a pandemia de coronavírus se instalou e atingiu seu pico, mais do que dobrando seu valor a partir do início de 2020. Com o mergulho de quarta-feira, as ações agora caíram 62% este ano.

PUBLICIDAD

Comprando após a queda das ações, Ackman disse em uma carta aos investidores em janeiro que “a oportunidade de adquirir a Netflix em uma valorização atraente surgiu quando os investidores reagiram negativamente ao crescimento dos assinantes do trimestre anterior e à orientação de curto prazo da administração”. Ele citou as características favoráveis da empresa, incluindo seu modelo de negócios baseado em assinaturas e sua equipe gerencial.

As compras de ações da Pershing na Netflix foram bancadas majoritariamente pelos ganhos em operações de hedge de juros, que geraram receitas de US$ 1,25 bilhão, disse Ackman na época.

Em sua carta aos acionistas na quarta-feira, Ackman disse que seu fundo, de modo geral, caiu 2% em 2022. Ele disse que aprendeu com os erros do passado a sair cedo das apostas ruins. Ele disse que irá redistribuir o dinheiro da venda da participação na Netflix para outras oportunidades.

PUBLICIDAD

Perdas de Ackman

A Netflix não é a primeira grande perda para o bilionário investidor. Ackman teve prejuízos ao operar vendido contra Herbalife Ltd. depois de uma disputa com o investidor Carl Icahn.

A Pershing Square Tontine Holdings Ltd., que levantou US$ 4 bilhões em uma oferta pública inicial em julho de 2020, ainda patina: mesmo depois de obter a quantia no mercado, a firma ainda não completou sequer a primeira fusão.

PUBLICIDAD

Ackman, no entanto, conseguiu melhorar sua fortuna nos últimos anos, incluindo anos recorde de retorno em seu fundo hedge com sede em Nova York em 2019 e 2020.

Netflix, o “N” das chamadas ações da FAANG (o acrônimo é completado com as iniciais do Facebook, Apple, Amazon e Google), que impulsionaram grande parte da euforia do mercado nos últimos anos, é agora o anjo caído desse grupo.

NetflixMercados
PUBLICIDAD