Negócios

Quem são os destaques de Finanças entre as 50 Mulheres de Impacto

Conheça 15 mulheres na América Latina que ficaram conhecidas por contribuições no setor financeiro, segundo a Bloomberg Línea

Bibiana Taboada, co-diretora do Banco de la República da Colômbia; Mariela Espino, gerente general do Banco República do Uruguai; Leila Pereira, presidente de 12 empresas do grupo Crefisa no Brasil
26 de Abril, 2022 | 07:43 AM

Bloomberg Línea — A Bloomberg Línea divulgou na segunda-feira (25) a lista de 50 Mulheres de Impacto da América Latina em 2022, com personalidades cujas atividades têm grande repercussão para além de seus setores de atuação.

PUBLICIDAD

A lista inclui 50 executivas dos âmbitos financeiro, varejo, tecnologia, imobiliário, entretenimento, música e esportes. Entre elas, se encontram 15 mulheres que estão mudando as regras do jogo no setor financeiro.

Confira aqui a lista das 50 Mulheres de Impacto da América Latina em 2022

É importante mencionar que a lista não é um ranking, mas uma forma de reconhecer as mulheres que se destacam por suas contribuições em 14 países da região: Brasil, Argentina, Uruguai, Colômbia, México, Costa Rica, Guatemala, El Salvador, Panamá, República Dominicana, Equador, Chile, Venezuela e Peru.

PUBLICIDAD

Para eleger quem formaria parte da lista, a equipe editorial da Bloomberg Línea levou em consideração três fatores determinantes: liderança, impacto financeiro e influência social.

No setor financeiro as mulheres ainda são minoria nos cargos de liderança em grandes empresas e instituições, mas as selecionadas estão mostrando sua força. Entre as destacadas há uma executiva da Argentina, uma da Colômbia, uma da República Dominicana, outra do Uruguai, cinco do Brasil e seis do México.

PUBLICIDAD

Argentina

A lista destaca a argentina Gabriela Renaudo, que é CEO da Visa para a Argentina e para o Cone Sul. A partir de Buenos Aires, a executiva lidera as operações na Argentina, Chile, Bolívia, Uruguai e Paraguai. Renaudo tem uma experiência de mais de 15 anos em instituições financeiras de alcance internacional, como Citibank e Santander.

Gabriela Renaudodfd

Brasil

No Brasil, destaca-se Nicole Dyskant, que é diretora jurídica e de compliance da Hashdex, a maior gestora de criptoativos da América Latina. Ela é especialista em mercados de capitais e compliance e é cofundadora da Dyskant Advogados e do Sistema Compliasset.

Nicole Dyskantdfd

Destaque inda para Leila Pereira, presidente de 12 empresas do grupo Crefisa. A executiva se tornou conselheira do clube paulistano Palmeiras em 2017 e foi eleita presidente do time em 2021, a primeira mulher a ocupar esse cargo.

PUBLICIDAD
Leila Pereiradfd

O grupo conta também com Marta Pinheiro, diretora executiva de cultura e ESG da XP Inc. Antes de assumir a diretoria de ESG da empresa, foi head de business development, liderando um time focado em inovação, gestão e transformação dos negócios.

Marta Pinheirodfd

A lista inclui ainda Bedy Yang, que supervisiona os programas da 500 Global, uma das maiores aceleradoras do Vale do Silício, incluindo cursos de educação para investidores. Yang também ajudou a lançar parcerias estratégicas e programas de aceleração em todo o mundo.

PUBLICIDAD
Bedy Yangdfd

Por fim, Fernanda Ribeiro, presidente da Associação AfroBusiness e co-fundadora e CCO da Conta Black. Ela foi vencedora do prêmio Empregueafro Talento da Diversidade e do prêmio CITI Jovens Empreendedores na categoria “Organização Social Mais Transformadora”.

Fernanda Ribeirodfd

Colômbia

Na Colômbia, se destacam as contribuições de Bibiana Taboada, co-diretora do Banco de la República desde fevereiro de 2021. Taboada, que tem um mestrado em economia e administração pública e internacional, trabalhou no Banco Mundial e no Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

PUBLICIDAD
Bibiana Taboadadfd

México

No México, se destaca Bárbara Garza, que lidera desde 2021 a operação local da Buenbit, uma plataforma argentina que facilita o investimento em criptomoedas. A executiva assumiu o desafio de lançar operações na sua terra natal, um mercado em que a unicórnio Bitso opera e onde autoridades financeiras demandaram precaução com o uso de ativos digitais.

Bárbara Garzadfd

Também no grupo está Karla Berman, que dirige as operações mexicanas do Softbank, um dos principais investidores do ecossistema empreendedor latino-americano. Anteriormente, foi vice-presidente de vendas e marketing da Yalo, plataforma de inteligência artificial, diretora de bens de consumo do Google no México e responsável pela estratégia comercial do YouTube na América Latina.

PUBLICIDAD
Karla Bermanndfd

Marlene Finny, por sua vez, lidera as finanças do Grupo México, o quinto maior produtor de cobre do mundo. A CFO conseguiu manter a empresa com o menor cash cost do setor em todo o mundo e pagar dividendos trimestralmente aos seus acionistas. Este ano, ela será responsável pela gestão de investimentos no valor de US$ 2,2 bilhões.

Marlene Finnydfd

Outra mulher de destaque no grupo é Lorenza Martínez, que dirige desde 2021 os negócios bancários da companhia de serviços financeiros Corporación Actinver, tornando-se uma das poucas mulheres a alcançar o cargo de CEO no setor mexicano.

PUBLICIDAD
Lorenza Martínezdfd

Também na seleção está Victoria Rodríguez Ceja, a primeira governadora do Banco de México, cargo que assumiu no início deste ano. A economista tem mais de 20 anos de carreira em finanças públicas.

Victoria Rodríguez Cejadfd

Por fim, está Sofía Garrido Freyria, vice-presidente do fundo norte-americano General Atlantic e responsável pelos investimentos da empresa na América Latina. Atualmente, a economista é ouvinte no Conselho de Administração da Klar, companhia financeira mexicana, e faz parte do comitê digital do Grupo Axo, operadora mexicana de marcas de moda na qual a General Atlantic tem participação acionária.

PUBLICIDAD
Sofia Garrido Freyria, vicepresidenta de General Atlanticdfd

República Dominicana

Na República Dominicana destaca-se Clarissa de la Rocha, vice-governadora do Banco Central do país. De la Rocha possui 44 anos de carreira na autoridade monetária e ocupa o cargo há 18 anos. Participou de várias missões relacionadas com a reestruturação da dívida dos bancos comerciais do país. Durante sua carreira, também foi protagonista de diversas reformas financeiras.

Clarissa de la Rocha.dfd

Uruguai

Já do Uruguai, a lista traz Mariela Espino, gerente geral do Banco República, instituição que arrecada quase metade dos depósitos no país. Foi a segunda mulher a ocupar esse cargo em uma empresa com 125 anos de história. Contadora de formação, ingressou na estatal há 42 anos por meio de concurso.

PUBLICIDAD
Gerente General de Banco República de Uruguaydfd

Esta lista complementa as seleções de latino-americanos publicadas pela Bloomberg Línea no ano passado: os 500 Mais Influentes da América Latina e os 100 Empreendedores de 2021.

Leia também

Bloomberg Línea lança lista de 50 Mulheres de Impacto da América Latina em 2022

Conheça as brasileiras entre as 50 Mulheres de Impacto da América Latina em 2022

Últimas Brasil50 Mulheres de ImpactoListasBloomberg LíneaFinanças
Leidys Becerra

Leidys Becerra

Periodista colombiana con experiencia en cubrimiento de temas locales e internacionales y generación de contenidos digitales. Anteriormente fue productora de noticias para Univision y estuvo en las salas de redacción de El Tiempo y Semana.

PUBLICIDAD