PUBLICIDAD
PUBLICIDAD
Mercados

Futuros dos EUA caem, enquanto mercados asiáticos sinalizam instabilidade

O dólar também avançou em relação a seus principais pares em um sinal de cautela dos investidores

Riscos de crescimento, inflação e guerra estão dando aos investidores pouca trégua aos investidores
Por Sunil Jagtiani
08 de Maio, 2022 | 09:07 pm

Bloomberg — Os mercados futuros dos Estados Unidos recuam e as ações pareciam prontas para um início de semana instável em meio a preocupações com a alta inflação e enquanto os investidores aguardam dados comerciais chineses que podem mostrar o custo econômico dos bloqueios da covid.

PUBLICIDAD

Os contratos caíram para o Japão e a Austrália, enquanto Hong Kong não operava por conta de um feriado. Ações e títulos estão saindo de sua quinta queda semanal consecutiva, prejudicados por uma política monetária muito mais apertada e sinais de um cenário de estagflação.

A interrupção do mercado de commodities decorrente da guerra da Rússia na Ucrânia continua a sustentar as pressões sobre os preços. Nos últimos desdobramentos, os países mais industrializados do G7 se comprometeram a proibir a importação de petróleo russo.

PUBLICIDAD

A União Europeia está trabalhando em um plano semelhante, mas a Hungria continua resistindo e as negociações do bloco devem continuar. O petróleo flutuou perto de US$ 110 por barril.

Os rendimentos do Tesouro, enquanto isso, estão próximos dos níveis vistos pela última vez em 2018, e os dados de inflação esta semana dos EUA e de outros países podem impulsionar oscilações no mercado de títulos. O dólar também avançou em relação aos principais pares no início das negociações em um sinal de cautela dos investidores.

PUBLICIDAD

Os riscos de crescimento, inflação e guerra estão dando aos investidores pouca trégua. Nesta segunda-feira (9), o presidente da Rússia, Vladimir Putin, deve falar durante o desfile do Dia da Vitória do país, evento que marca o aniversário da rendição da Alemanha nazista em 1945 e pode indicar seus próximos passos para a invasão da Ucrânia.

As perspectivas de curto prazo para o mercado de ações “ainda são confusas e pode haver mais desvantagens, já que os mercados se preocupam com uma desaceleração econômica significativa ou ‘aterrissagem forçada’ e aumentos agressivos das taxas de juros”, escreveu Diana Mousina, economista sênior da AMP Investments em nossa.

Os próximos dados chineses podem mostrar que o crescimento das exportações desacelerou para seu ritmo mais fraco desde junho de 2020, enquanto as importações provavelmente se contraíram pelo segundo mês. O primeiro-ministro Li Keqiang alertou para uma situação de emprego “complicada e grave”, já que Pequim e Xangai apertaram as restrições à covid.

PUBLICIDAD

– Esta notícia foi traduzida por Melina Flynn, Content Producer da Bloomberg Línea.

Veja mais em Bloomberg.com

PUBLICIDAD

Leia mais

Bill Gates prevê desaceleração econômica global

Faculdades começam a oferecer aulas de TikTok para influenciadores nos EUA

Últimas BrasilDólarAsia