PUBLICIDAD
PUBLICIDAD
Cripto

Mais de US$ 200 bilhões foram varridos do mercado de criptomoedas em um dia

Aumentos de juros ao redor do mundo, na tentativa de conter a inflação, têm criado um ambiente desfavorável para ativos de risco

O Bitcoin caiu até 10% no último dia para seu nível mais baixo desde dezembro de 2020, enquanto o Ethereum caiu 16%.
Por Low De Wei
12 de Maio, 2022 | 08:54 am

Bloomberg — Uma venda maciça de criptomoedas eliminou mais de US$ 200 bilhões em riqueza do mercado em apenas 24 horas, segundo estimativas do site de rastreamento de preços CoinMarketCap.

A ampla queda no complexo de criptomoedas, impulsionada pelo colapso da stablecoin TerraUSD, atingiu fortemente os principais tokens. O Bitcoin caiu até 10% no último dia para seu nível mais baixo desde dezembro de 2020, enquanto o Ethereum caiu 16%.

PUBLICIDAD

A carnificina mostrou sinais de se espalhar ainda mais na quinta-feira (12), já que as ações relacionadas a criptomoedas na Ásia também caíam. A fintech BC Technology, listada em Hong Kong, fechou em queda de 6,7%. O grupo japonês Monex - que possui os mercados TradeStation e Coincheck - encerrou o dia com queda de 10%.

À medida que os bancos centrais de todo o mundo se movem para apertar agressivamente a política monetária para combater a inflação, os tokens digitais enfrentam pressão de venda em meio a uma fuga mais ampla de ativos de risco. Os futuros do S&P 500 caíam 0,8% na quinta-feira, acompanhando perdas no índice de referência MSCI Asia Pacific.

No entanto, os investidores no espaço criptográfico não são estranhos às oscilações selvagens no mercado, e o Bitcoin e o Ethereum reduziram as perdas rapidamente para cair 4,2% e 9%, respectivamente, às 7h45, de Brasília

PUBLICIDAD

--Com a colaboração de Mark Cudmore e Ishika Mookerjee

Leia também

Resgate do TerraUSD é recebido com frieza por investidores

Últimas BrasilCriptoativoCriptomoedaBitcoin
PUBLICIDAD