Mercados

Mercados da Ásia apontam para abertura mista com receios sobre perspectivas

Futuros avançavam em Hong Kong e no Japão, enquanto os da Austrália caíam

Movimentos refletem preocupações crescentes sobre uma desaceleração ou mesmo recessão nos EUA
Por Sunil Jagtiani
19 de Maio, 2022 | 08:05 PM

Bloomberg — As ações na Ásia parecem preparadas para um início estável na sexta-feira, após outra sessão agitada dos Estados Unidos ofuscada por preocupações sobre uma perspectiva econômica mais sombria em meio à alta inflação.

PUBLICIDAD

Os futuros avançavam em Hong Kong e no Japão, enquanto os da Austrália caíam. Os contratos dos EUA subiram depois que as ações de Wall Street registraram perdas modestas.

Os títulos do Tesouro ampliaram um rali, levando o rendimento de 10 anos dos EUA para 2,84%, e um indicador do dólar registrou sua maior queda em um dia desde 2020.

PUBLICIDAD

Os movimentos refletem preocupações crescentes sobre uma desaceleração ou mesmo recessão nos EUA, à medida que o Federal Reserve aumenta as taxas de juros para conter as pressões sobre os preços.

O petróleo pairava em torno de US$ 112 o barril, o ouro subiu e o Bitcoin ficou em torno de US$ 30.000.

PUBLICIDAD

Na China, os bancos podem reduzir as taxas de empréstimo de referência pela segunda vez este ano, à medida que os bloqueios da covid atingem a economia, de acordo com uma pesquisa da Bloomberg.

As ações globais estão a caminho de uma sétima semana histórica de quedas, deixando o sentimento dos investidores frágil. A presidente do Fed de Kansas City, Esther George, reconheceu que as ações estavam passando por uma fase “áspera”, mas não fez nada para suavizar o tom agressivo do banco central dos EUA.

“As pressões inflacionárias parecem muito persistentes no momento”, disse Lale Akoner, estrategista sênior de mercado do BNY Mellon Investment Management, à Bloomberg Television. “O maior risco agora é que bancos centrais de mercados desenvolvidos podem desencadear uma recessão. Estamos cada vez mais suspeitando que eles cometeram um erro de política”.

PUBLICIDAD

Os dados dos EUA mostraram pedidos de seguro-desemprego nos EUA mais altos do que o previsto, enquanto o o Fed da Filadélfia divulgou uma pesquisa regional pessimista de perspectivas de negócios.

Nos últimos desenvolvimentos sobre a guerra da Rússia na Ucrânia, o Senado dos EUA aprovou um pacote de ajuda de mais de US$ 40 bilhões à Ucrânia, enviando o projeto de lei ao presidente Joe Biden para sua assinatura.

PUBLICIDAD

Enquanto isso, a China está tentando reabastecer seus estoques estratégicos de petróleo bruto com petróleo russo barato - um sinal de que Pequim está fortalecendo seus laços energéticos com Moscou, no momento em que a Europa trabalha para proibir as importações devido à guerra.

Veja mais em Bloomberg.com

PUBLICIDAD

Leia também

Alívio nas sanções dos EUA à Venezuela beneficiaria empresas brasileiras

Risco de estagflação assombra mundo abalado pela guerra

Últimas Brasil
PUBLICIDAD