Mercados

Ministro do Petróleo do Irã viaja à Venezuela para acordos

Ambos os países foram sancionados pelos Estados Unidos, que deixou de importar quaisquer produtos de petróleo deles; agora, eles vêm cooperando

Irã e Venezuela podem fechar acordos relacionados
Por Fabiola Zerpa
02 de Maio, 2022 | 02:45 PM

Bloomberg — O ministro do petróleo do Irã, Javad Owji, fez uma viagem rara à Venezuela que inclui visitar instalações petrolíferas e assinar acordos de energia entre as duas nações sancionadas pelos Estados Unidos, disseram pessoas com conhecimento da situação.

PUBLICIDAD

Owji e mais de uma dúzia de delegados chegaram a Caracas no sábado (30), segundo as fontes, que pediram para não serem identificadas. Owji e sua delegação visitaram o complexo de refino de Paraguana, no oeste da Venezuela, com o chefe da Petróleos de Venezuela, Asdrúbal Chávez. Ambos devem assinar acordos de cooperação energética, disseram as pessoas.

O ministério do petróleo da Venezuela e a estatal petrolífera PDVSA não responderam a pedidos de comentário.

PUBLICIDAD

Tanto o Irã quanto a Venezuela foram atingidos por sanções pelos EUA, que atualmente não importam petróleo de nenhum dos países. Um raro encontro entre o presidente venezuelano Nicolás Maduro e autoridades americanas de alto escalão em Caracas, em março, provocou especulações de um possível alívio de sanções para liberar o fornecimento de petróleo após a invasão da Ucrânia.

Venezuela e Irã aumentaram a cooperação após as sanções dos EUA. A Venezuela importa condensado do Irã, fundamental para diluir seu petróleo extra espesso. O Irã também interveio para ajudar seu aliado sul-americano com engenheiros, produtos refinados e peças de reposição para sua indústria de petróleo.

PUBLICIDAD

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

Últimas BrasilMercadosPetróleoVenezuelaIrã
PUBLICIDAD