Internacional

Musk vê extinção de italianos se insistirem na baixa taxa de natalidade

No ano passado, a Itália registrou sua taxa de natalidade mais baixa de todos os tempos, com pouco mais de um filho por mulher

“A maioria das pessoas acredita que temos pessoas demais no planeta. Essa é uma visão desatualizada”
Por Daniele Lepido e Alessandra Migliaccio
25 de Maio, 2022 | 07:53 AM

Bloomberg — O homem mais rico do mundo teme que os italianos possam ser extintos devido a uma das menores taxas de natalidade do mundo.

PUBLICIDAD

“A Itália não terá pessoas se essas tendências continuarem”, disse o fundador da Tesla (TSLA), Elon Musk, que voltou a alertar sobre os perigos do despovoamento global nesta terça-feira. Ele estava respondendo a um tweet da pesquisadora de segurança cibernética Andrea Stroppa, com sede em Roma, que publicou um gráfico de tendências demográficas mostrando a queda da taxa de natalidade por décadas.

No ano passado, a Itália registrou sua taxa de natalidade mais baixa de todos os tempos, com pouco mais de um filho por mulher, de acordo com o instituto de estatística italiano Istat. Isso significa que a Itália contou sete recém-nascidos e doze mortes por mil habitantes em 2021, disse o Istat. Embora isso se deva em parte à mortalidade por Covid, Istat vê a população do país caindo 20% até 2070 – ou seja, 12 milhões de pessoas a menos.

PUBLICIDAD

“A maioria das pessoas acredita que temos pessoas demais no planeta. Essa é uma visão desatualizada”, disse Musk em 2019 na Conferência Mundial de Inteligência Artificial em Xangai, debatendo com o presidente do Alibaba, Jack Ma. Supondo que a IA esteja bem, supondo que haja uma IA benevolente, o maior problema que o mundo enfrentará em 20 anos é um colapso populacional, acrescentou.

--Com a colaboração de Giovanni Salzano

Últimas BrasilElon Musk
PUBLICIDAD