Negócios

O mistério de bilhões de Musk: de onde virá o dinheiro para o Twitter?

Mesmo sendo a pessoa mais rica do mundo, Musk tem apenas cerca de US$ 3 bilhões em caixa e ativos líquidos

Elon Musk
Por Tom Maloney
26 de Abril, 2022 | 02:33 PM

Bloomberg — O empresário Elon Musk e o Twitter (TWTR) chegaram a um acordo para que o homem mais rico do mundo comprasse a plataforma de rede social por US$ 44 bilhões, resolvendo uma questão levantada anteriormente, sobre se o conselho da empresa concordaria com o acordo de compra alavancada.

PUBLICIDAD

Do lado de Musk, porém, permanece um mistério: como ele vai cobrir a parcela de US$ 21 bilhões da transação que ele garantiu pessoalmente?

Musk detalhou os US$ 13 bilhões em financiamento bancário garantidos pela empresa de mídia social e os US$ 12,5 bilhões respaldados por uma promessa de parte de sua participação de US$ 170 bilhões na Tesla (TSLA). Mas ele não tem dado detalhes sobre como financiará o restante.

PUBLICIDAD

As ações do Twitter fecharam na segunda-feira (26) a US$ 51,70, abaixo dos US$ 54,20 que os investidores vão receber por cada ação que possuem. O acordo inclui uma cláusula de que o bilionário deve pagar uma multa se ele desistir ou o acordo desmoronar, segundo reportado pela Bloomberg News.

Restam poucas dúvidas de que ele pode conseguir o dinheiro. Musk é a pessoa mais rica do mundo, com uma fortuna de US$ 257 bilhões, segundo o Bloomberg Billionaires Index. No entanto, ele tem apenas cerca de US$ 3 bilhões em caixa e ativos líquidos, de acordo com estimativas da Bloomberg.

PUBLICIDAD

Isso o deixa com as seguintes opções:

Outros investidores

Um caminho para Musk é encontrar investidores que acreditem em sua visão para o Twitter. Isso significaria que parte do capital ficaria com acionistas novos ou existentes.

PUBLICIDAD

Ele já deu a entender que isso é uma possibilidade. Após sua oferta inicial de compra do Twitter, Musk disse que “a intenção é reter o maior número de acionistas permitido por lei”.

Acionistas maiores, como o fundador do Twitter Jack Dorsey, podem optar por manter suas participações na empresa. A participação de Dorsey vale quase US$ 1 bilhão. A Bloomberg relatou segunda-feira que Musk está reunindo parceiros e conversando com outros possíveis investidores.

PUBLICIDAD

Venda de ações

Mesmo que Musk não consiga reunir muitos outros investidores, ele tem o poder para fazer isso sozinho, graças à joia da coroa de sua enorme fortuna: sua participação na Tesla.

PUBLICIDAD

Depois de usar ações para lastrear seu empréstimo de US$ 12,5 bilhões, Musk ainda terá ações da montadora não atreladas ao financiamento no valor de cerca de US$ 21,6 bilhões, com base no preço de fechamento da Tesla na segunda-feira. Após impostos, a venda dessa participação chegaria perto de cobrir todo o seu compromisso, embora dependa do preço que ele obteria pelas ações.

Dinheiro e criptomoedas

PUBLICIDAD

A outra possibilidade: Musk é ainda mais rico do que o calculado pelo Bloomberg Billionaires Index.

A estimativa de caixa de Musk é baseada em registros relacionados a ações negociadas publicamente e reportagens, mas muitas das informações sobre suas finanças privadas são limitadas. Se seu portfólio de investimentos superou o mercado, por exemplo, Musk pode ser mais rico do que a estimativa da Bloomberg e ele pode não precisar de novas fontes de financiamento para cobrir os US$ 21 bilhões.

PUBLICIDAD

Musk disse em julho do ano passado que possuía em sua carteira de investimentos Bitcoin, Ether e Dogecoin. Embora não esteja claro quanto ele detém ou por quanto tempo ele as possui, as duas primeiras criptomoedas ganharam cerca de 720% e 2.600%, respectivamente, desde março de 2020, um rali muito mais acentuado do que o avanço de cerca de 90% no índice S&P 500.

O Dogecoin disparou quase 30% na segunda-feira, depois que Musk concordou em comprar o Twitter.

PUBLICIDAD

– Esta notícia foi traduzida por Melina Flynn, Content Producer da Bloomberg Línea.

Veja mais em Bloomberg.com

PUBLICIDAD

Leia também

CEO do Twitter diz que tudo continua como antes até fechar venda

Por que os unicórnios brasileiros estão demitindo

Últimas BrasilElon MuskTeslaTwitter
PUBLICIDAD