Mercados

Investidores que apostam na queda das ações adotam nova estratégia

Traders buscam contratos de opções que os ajudarão a participar de qualquer alta, enquanto mantêm posições defensivas em geral

As posições em aberto de opções de venda do SPDR S&P 500, por exemplo, vem aumentando há um mês
Por Sam Potter e Lu Wang
18 de Maio, 2022 | 10:12 AM

Bloomberg — Investidores vendidos no mercado de ações americano, ou seja, que apostam na queda dos preços, estão recorrendo também a opções de compra para garantir que suas carteiras defensivas não sejam deixadas para trás caso a recuperação mais recente se mostre persistente.

PUBLICIDAD

Após reduzirem a exposição ao mercado acionário diante da turbulência nos preços dos ativos do último mês, operadores - os traders - agora correm para opções que os ajudarão a participar de qualquer alta, enquanto mantêm suas posições defensivas em geral.

O coeficiente entre opções de venda e compra do SPDR S&P 500 ETF Trust, um ETF com patrimônio de US$ 361 bilhões, recentemente atingiu o menor nível em dois anos, com base em contratos abertos, segundo dados compilados pela Bloomberg. A mesma situação acontece com o Invesco QQQ Trust Series 1, de US$ 163 bilhões, no qual as opções de compra em aberto atingiram o nível mais alto desde 2008.

PUBLICIDAD

ETFs, sigla para Exchange Traded Funds, são fundos passivos negociados em bolsa que seguem determinados índices ou carteiras temáticas.

Uma queda na relação venda-compra de opções é geralmente um sinal de alta quando os investidores se preparam para um movimento ascendente. Desta vez, porém, os sinais de outras partes do mercado mostram que os operadores ainda estão se protegendo contra quedas depois que o S&P 500 afundou em um mercado de baixa à medida que o Federal Reserve intensifica sua luta contra a inflação.

PUBLICIDAD

Veja mais: Credores apresentam plano para assumir controle da Samarco

As posições em aberto de opções de venda do SPDR S&P 500, por exemplo, vem aumentando há um mês. Para o Invesco QQQ, estão perto do nível mais alto desde 2020. As posições vendidas do SPDR estão perto do nível mais alto em um ano.

“Os investidores estão usando opções para se proteger caso estejam errados”, disse Steve Sears, presidente da Options Solutions, em entrevista. “Se você fica vendido em tecnologia ou no QQQ no mercado de ações, por exemplo, pode fazer hedge com posições compradas no mercado de opções. Se as ações subirem, as perdas nas posições vendidas seriam compensadas pelas opções de compra.”

PUBLICIDAD

Na terça-feira (18), quando as ações de tecnologia lideraram a alta do mercado, as opções de compra em ambos os ETFs aumentaram, com muitos dos contratos de maior volume dobrando, embora os ganhos tenham seguido perdas igualmente grandes nas últimas duas semanas. O Nasdaq 100, que o QQQ segue, saltou 2,6%. O S&P 500 teve alta de 2%.

A tecnologia esteve no epicentro de uma liquidação este ano após o aumento de juros tirar o brilho de ações de crescimento caras. Mesmo com a alta de terça-feira, o QQQ registra queda de mais de 20% em 2022.

PUBLICIDAD

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

Credores apresentam plano para assumir controle da Samarco

Últimas BrasilInflaçãoAções
PUBLICIDAD