Mercados

Petróleo fica perto de US$ 100 com risco de fornecimento da Rússia

Comerciantes monitoram o fornecimento de petróleo russo, enquanto a China reforça lockdown em Xangai

O West Texas Intermediate para entrega em maio subia para US$ 99,34 por barril às 7h27, horário de Brasília
Por Sharon Cho e Alex Longley
04 de Abril, 2022 | 08:15 AM

Bloomberg — Os preços do petróleo oscilavam entre ganhos e perdas para negociar perto de US$ 100, com um déficit de oferta contínuo devido à guerra na Ucrânia pesando contra os esforços dos consumidores para controlar os preços.

PUBLICIDAD

O West Texas Intermediate (WTI) era negociado em alta de 0,1%, alternando entre ganhos e perdas. O Vitol Group, maior trader independente de petróleo do mundo, disse no fim de semana que os preços do petróleo podem subir devido ao risco de interrupção do fornecimento da Rússia, mas que o mercado ainda está tentando estabelecer exatamente quantos barris foram perdidos. A União Europeia condenou a Rússia nesta segunda-feira (4) por atrocidades cometidas por seus militares em várias cidades ucranianas, dizendo que trabalhará em sanções adicionais contra Moscou.

Na semana passada, os preços sofreram o maior declínio semanal em dois anos depois que os EUA anunciaram uma liberação gigante de petróleo de sua reserva estratégica de petróleo. Aliados dentro da Agência Internacional de Energia também irão explorar os estoques, com detalhes esperados esta semana. Após o movimento dos EUA, a estrutura da curva de futuros enfraqueceu, indicando que os traders acham que a oferta pode estar menos apertada.

PUBLICIDAD

“Achamos que explorar as reservas estratégicas proporcionará algum alívio de curto prazo, mas não resolverá o desequilíbrio estrutural de longo prazo”, disse Mark Haefele, diretor de investimentos do UBS Global Wealth Management. “Ainda achamos que os preços do petróleo estão bem ancorados.”

Ao mesmo tempo, a China está esta semana enfrentando um surto de covid-19 renovado que está prejudicando o consumo de petróleo. Os 25 milhões de habitantes de Xangai estão quase todos sob alguma forma de lockdown, após o país relatar mais de 13 mil infecções diárias, com a mídia estatal relatando um caso de uma nova variante.

PUBLICIDAD

Preços do petróleo

  • O West Texas Intermediate para entrega em maio subia para US$ 99,34 por barril às 7h27, horário de Brasília
  • O Brent para liquidação de junho recuava 0,2%, para US$ 104,23.

Existem muitos fatores fora da guerra na Ucrânia que os comerciantes também estão rastreando. A Saudi Aramco divulga os preços oficiais de venda para cargas de maio nos próximos dias. Uma pesquisa da Bloomberg com traders e refinarias sugeriu que o preço de seu principal grau Arab Light para a Ásia pode atingir um recorde, já que alguns compradores buscam alternativas ao petróleo russo por causa da guerra.

Enquanto isso, o Irã disse que está perto de chegar a um acordo com os EUA em meio a negociações para retomar o acordo nuclear entre os dois países. Se concluído, um pacto pode impulsionar as exportações oficiais de petróleo iraniano.

Veja mais em bloomberg.com

PUBLICIDAD

Leia também

O relógio ‘barato’ Omega MoonSwatch está explodindo no eBay da Europa

Últimas BrasilPetróleo
PUBLICIDAD