Tech

Planos de Musk para Twitter são favoráveis, diz CEO de gigante de publicidade

Em contrapartida, a receita proveniente de anúncios na plataforma pode ser afetada caso o bilionário limite publicidade no Twitter

Bilionário, que fez proposta para compra do Twitter, afirma que gostaria de controlar a publicidade e acabar com os bots na plataforma
Por Ivan Levingston
27 de Abril, 2022 | 12:55 PM

Bloomberg — O CEO da maior agência de publicidade do mundo disse que os planos de Elon Musk para o Twitter (TWTR) podem melhorar o atendimento da empresa sediada em Londres e serem bem recebido pelos seus clientes.

PUBLICIDAD

“Não há dúvida de que o Twitter pode ser um produto mais forte”, disse na quarta-feira o CEO da WPP, Mark Read, em entrevista à Bloomberg Television com Francine Lacqua e Tom Mackenzie.

Muitas de suas ideias sobre bots, melhorar os algoritmos e melhorar a experiência do cliente seriam ótimas para a plataforma, ótimas para os usuários e ótimas para nossos clientes”, disse ele.

PUBLICIDAD

Read também disse que qualquer potencial corte de publicidade prejudicaria mais o Twitter do que a WPP, embora tenha dito que não espere isso. “Não acho que ele vá pagar US$ 44 bilhões por uma empresa e então eliminar efetivamente sua linha de receita”, disse Read.

Os comentários do CEO seguem a afirmação de Musk de que ele não tem expectativa de lucrar com o Twitter, antes de chegar a um acordo para comprar a plataforma de mídia social na segunda-feira.

PUBLICIDAD

“Esta não é uma maneira de ganhar dinheiro”, disse Musk em 14 de abril. Ele insistiu que seu interesse no Twitter era puramente benevolente. “Não me importo nem um pouco com o aspecto financeiro.”

O bilionário falou sobre limitar a publicidade no Twitter, abrir os algoritmos de conteúdo do site para escrutínio público e tentar “autenticar todos os humanos reais” para diferenciar bots de contas legítimas.

Musk também disse que gostaria de tornar a plataforma um bastião da liberdade de expressão e retirar as barreiras da moderação de conteúdo.

PUBLICIDAD

Alguns anunciantes advertiram que isso poderia desencorajar marcas preocupadas com a exibição de seus anúncios perto de posts controversos. Analistas financeiros também disseram que a moderação reduzida poderia colocar a receita com anúncios em risco.

“Sem dúvida, algumas pessoas estão preocupadas com o conteúdo da plataforma”, disse Read. “Esse tipo de abordagem pode funcionar, pode não funcionar, teremos que ver.”

PUBLICIDAD

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

Últimas BrasilTwitterElon MuskTech
PUBLICIDAD