Negócios

Robinhood corta 9% da equipe em tempo integral após ‘hiper crescimento’

Companhia tinha cerca de 3,8 mil funcionários em tempo integral no final de 2021; ações caíram 5,3% nesta terça na bolsa de NY

Robinhood
Por Annie Massa
26 de Abril, 2022 | 06:30 PM

Bloomberg — A Robinhood Markets (HOOD) está demitindo 9% de sua equipe em tempo integral, depois que o “hiper crescimento” da corretora online esfriou.

PUBLICIDAD

A empresa passou por um período de contratações rápidas à medida que se expandiu em 2020 e no primeiro semestre de 2021, levando a “alguns papéis e funções de trabalho duplicados, e mais camadas e complexidade do que o ideal”, disse o CEO Vlad Tenev nesta terça-feira (26) em um comunicado. A empresa tinha cerca de 3,8 mil funcionários em tempo integral no final do último ano.

A Robinhood explodiu em popularidade durante a pandemia, quando novos investidores usaram o aplicativo para negociar através de oscilações de mercado e aumentos em ações de memes e criptomoedas. Mas a atividade comercial, que compõe a maior parte da receita da Robinhood, começou a diminuir.

PUBLICIDAD

As ações da empresa com sede em Menlo Park, Califórnia, caíram 5,3%, para US$ 9,47 em Nova York. Desde sua oferta pública inicial, em julho, os papéis da companhia caem 74% na bolsa.

Veja mais em bloomberg.com

PUBLICIDAD

Leia também

Por que os unicórnios brasileiros estão demitindo

Bloomberg Línea lança lista de 50 Mulheres de Impacto da América Latina em 2022

Últimas BrasilRobinhoodCarreira
PUBLICIDAD