PUBLICIDAD
PUBLICIDAD
Tech

Tiger Global vende fatia na Netflix e investe em startup de carro usado

Perdas do fundo americano aumentaram em abril, com queda de 15%; queda acumulada neste ano chega a 44%

Chase Coleman, fundador da Tiger Global Management LLC
Por Hema Parmar
16 de Maio, 2022 | 05:54 pm

Bloomberg — A Tiger Global Management liquidou sua participação na Netflix (NFLX) durante o primeiro trimestre e comprou mais ações da Carvana, empresa de compra e venda de carros seminovos de forma online, mesmo modelo da Kavak na América Latina.

PUBLICIDAD

O fundo de hedge de Chase Coleman, que caiu 34% no período, despejou pouco mais de 1 milhão de ações da Netflix, de acordo com um documento publicado nesta segunda-feira (16). As ações acumularam queda de 38% nos primeiros três meses do ano.

O fundo também comprou ações da Carvana, que caiu 49% durante o trimestre. A ação perdeu mais dois terços de seu valor desde 31 de março.

PUBLICIDAD

As perdas da Tiger Global aumentaram em abril, com o fundo de hedge caindo 15%, estendendo a queda deste ano para 44%.

A empresa está caminhando para seu pior ano desde que foi fundada em 2001, quando as empresas de tecnologia de rápido crescimento nos EUA e na China - que haviam gerado ganhos anteriores - despencaram de valor. O Nasdaq 100, de alta tecnologia, caiu 13% em abril, seu maior declínio mensal desde 2008, enquanto o S&P 500 mais amplo caiu 8,8%, o maior em mais de meio século.

PUBLICIDAD

No total, o fundo de hedge da Tiger Global vendeu 83 ações listadas nos EUA no primeiro trimestre, de acordo com o documento. Ela assumiu duas novas posições: a empresa de serviços bancários digitais Dave e a Starry Group Holdings.

Leia também:

Já pensou tirar férias indefinidamente? Os executivos do Goldman Sachs podem

Venture CapitalTechÚltimas BrasilNetflix