Internacional

Um mês após estreia, Warner Bros. Discovery decide encerrar operações da CNN+

Apenas uma semana após seu lançamento, o serviço ultrapassou 100 mil assinantes; agora, empresa reavalia sua estratégia e quer cortar custos

CNN+
Por Gerry Smith
21 de Abril, 2022 | 05:54 PM

Bloomberg — A Warner Bros. Discovery decidiu fechar a CNN+ depois de apenas algumas semanas no ar, enquanto os líderes da nova empresa reavaliam sua estratégia online e buscam cortar custos após a grande fusão. O serviço encerrará as operações em 30 de abril, de acordo com um comunicado enviado por e-mail nesta quinta-feira (21). Os clientes receberão reembolsos proporcionais às suas taxas de assinatura.

PUBLICIDAD

Andrew Morse, que liderou a CNN+, deixará o cargo após um período de transição. Alex MacCallum, gerente geral do serviço, agora comandará as operações digitais da rede.

A Discovery Inc. concluiu sua fusão com o negócio de mídia da AT&T no início deste mês. A administração, incluindo o CEO David Zaslav, disse que considera combinar as ofertas online da empresa, que incluem HBO Max e Discovery +, em uma nova assinatura para os clientes. A CNN+ foi defendida internamente por Jeff Zucker, o antigo executivo de mídia que deixou o cargo em fevereiro.

PUBLICIDAD

“Nossos clientes e a CNN serão mais bem atendidos com uma escolha de streaming mais simples”, disse Chris Licht, novo CEO da CNN, em comunicado.

A CNN+ ofereceu uma mistura de programas de estilo de vida e notícias tradicionais, incluindo um programa diário de entrevistas de Chris Wallace e uma série de comida e viagens apresentada pela atriz Eva Longoria. A empresa cobrava US$ 5,99 por mês pelo produto, o mesmo que o serviço de streaming pago da Fox News.

PUBLICIDAD

A Bloomberg News informou no início deste mês que o serviço ultrapassou 100 mil assinantes somente na primeira semana após seu lançamento, em 29 de março. A Warner Bros. Discovery disse que o conteúdo da CNN será fundamental para suas ofertas de streaming daqui para frente.

Quando era propriedade da AT&T, a CNN gastou centenas de milhões de dólares para programar e comercializar o produto, que os executivos descreveram como o novo empreendimento mais ambicioso da organização desde a fundação da rede, há mais de 40 anos.

Zaslav, que não tinha permissão para tomar decisões administrativas até o fechamento do negócio, prometeu pelo menos US$ 3 bilhões em economia de custos como resultado da fusão.

PUBLICIDAD

As ações da Warner Bros. Discovery caíram cerca de 8,7%, para US$ 21,01 em Nova York, em parte devido ao contínuo ceticismo sobre o futuro do streaming após o surpreendente declínio do número de assinantes da Netflix nesta semana.

– Esta notícia foi traduzida por Melina Flynn, Content Producer da Bloomberg Línea.

PUBLICIDAD

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

PUBLICIDAD

Este bilionário fez uma aposta na Netflix e perdeu US$ 435 milhões em 3 meses

Lewis Hamilton e Serena Williams unidos para tentar comprar o Chelsea

Últimas Brasil
PUBLICIDAD