Mercados

Cobre migra para os EUA com prêmio sobre bolsa de Londres

Importações de placas de cobre eletrolítico do Chile para os EUA aumentaram 37% nos primeiros três meses do ano

Preços mais altos em Nova York apontam para uma economia robusta nos EUA
Por Yvonne Yue Li
12 de Abril, 2022 | 08:39 AM

Bloomberg — Os EUA tornaram-se um mercado mais atraente para os operadores de cobre – e para o metal em si também.

PUBLICIDAD

Os contratos futuros de cobre na Comex vêm sendo negociados a um prêmio em relação aos da London Metal Exchange nas últimas semanas, atraindo mais placas de cobre, especialmente da América do Sul, a maior região produtora do mundo.

As importações de placas de cobre eletrolítico, também chamado de catodo de cobre, do Chile para os EUA aumentaram 37% nos primeiros três meses do ano em relação ao trimestre anterior, segundo dados da S&P Global.

PUBLICIDAD

Os preços mais altos em Nova York apontam para uma economia robusta nos EUA, onde o Federal Reserve agora está focado em reduzir a inflação, bem como os problemas de logística em curso que ainda impedem que os materiais cheguem onde são imediatamente necessários.

“A economia dos EUA está tendo um desempenho relativamente melhor do que outras economias, certamente do que a Europa”, disse Bart Melek , chefe global de estratégia de commodities da TD Securities.

PUBLICIDAD
Importações americanas de catodo de cobra sobem em meio à recuperação da economia, guerra na Ucrânia e gargalos logísticosdfd

As commodities, incluindo cobre, foram pegas no tumulto da guerra da Rússia na Ucrânia. Mesmo antes da invasão, os preços das matérias-primas subiam, com demanda aumentando e oferta limitada devido a problemas na cadeia de suprimentos desencadeados pela pandemia.

A crise energética da Europa, que está sendo agravada pela guerra na Ucrânia, também levou fábricas a reduzirem ou fecharem capacidade devido a custos mais altos de energia.

Com os recentes surtos de Covid em Xangai, há mais preocupações de que o congestionamento dos portos cause mais atrasos na entrega de materiais.

PUBLICIDAD

“Os fluxos estão diminuindo da Ásia e Roterdã”, disse Melek. Junto com a diferença na demanda, isso significa que os preços relativos na América do Norte estão mais fortes, disse ele.

Os investidores também estão migrando pelo menos parte de suas negociações para o contrato de cobre da Comex após a crise de negociação de níquel da London Metal Exchange, de acordo com operadores.

PUBLICIDAD

As posições em aberto nos contratos de cobre da Comex aumentaram 15% desde que a LME reabriu as negociações de níquel em meados de março. Na LME, por sua vez, houve um êxodo de traders nos seis principais metais negociados após o aperto sem precedentes nos contratos de níquel da bolsa.

“Seria lógico dizer que, por razões de mitigação de risco, você pode querer fazer algum hedge em outro lugar”, disse Melek.

PUBLICIDAD

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

SoftBank faz cisão de fundo para ampliar investimento em startup em estágio inicial

Últimas BrasilCobreChile
PUBLICIDAD