Mercados

Devo vender minhas ações? Pregões de baixa assombram investidor de varejo

O grito de guerra comum nos mercados em baixa nos últimos anos tem sido “compre na queda”. Mas o que acontece se a queda persistir?

Riscos cada vez maiores levaram os preços a quedas intensas
Por Charlie Wells y Claire Ballentine
17 de Maio, 2022 | 07:21 PM
Últimascotações

Bloomberg — Os investidores de varejo estão passando por maus bocados. As ações estão se aproximando de um mercado em baixa. O sell-off dos últimos dias eliminou US$ 200 bilhões em criptomoedas em um único dia. E o Morgan Stanley (MS) descobriu que os investidores amadores que entraram no mercado quando os lockdowns começaram em 2020 perderam todos os seus ganhos.

PUBLICIDAD

Vários fatores estão em jogo, mas o aumento da inflação é o maior culpado. O aumento dos preços provocou o maior aumento de juros do Federal Reserve em 22 anos no início deste mês, com mais por vir, e os economistas estão prevendo cada vez mais uma recessão nos próximos 12 meses. Os riscos cada vez maiores levaram os mercados a uma queda, com o índice S&P 500 (SPX) caindo mais de 15% este ano e o Nasdaq 100 (NDX), com foco pesado em tecnologia, caindo quase 25%.

Mas o que o investidor pessoa física pode fazer? O grito de guerra comum nos mercados em baixa nos últimos anos tem sido “compre na queda”. Mas o que acontece se a queda persistir?

PUBLICIDAD

Para obter conselhos sobre o que fazer – e como corrigir o problema – a Bloomberg News entrevistou especialistas em algumas das categorias de investimento mais populares para investidores de varejo. Confira quais são suas sugestões:

Meme stocks

As empresas que encarnaram a “mania do varejo” no ano passado estão sofrendo. A GameStop (GME) caiu mais de 35% este ano, e a AMC Entertainment Holdings (AMC) caiu cerca de 55%. O Índice Solactive Roundhill Meme Stock, que acompanha uma cesta de ações preferidas por investidores individuais, caiu quase pela metade. Então o que fazer se você tiver uma meme stock que está derretendo?

PUBLICIDAD

John Belluardo, presidente da Stewardship Financial Services, diz que se o dinheiro que você investe em meme stocks for pouco em comparação com o restante de seu portfólio, pode valer a pena ficar na esperança de uma recuperação.

A outra coisa que eu analisaria é se os portfólios têm outras ações que se saíram muito bem, se investiram na Apple (AAPL) há algum tempo ou na Tesla (TSLA)”, disse Belluardo sobre pessoas que podem precisar vender e querem aproveitar o prejuízo para fins de tributação. “Talvez essas pessoas possam obter alguns lucros e compensar alguns dos ganhos de capital descartando as meme stocks. Isso é um bom uso par ao prejuízo.”

Ações de tecnologia

Não são apenas as meme stocks. Depois de impulsionar o mercado nas profundezas da pandemia, os grandes nomes da tecnologia também estão caindo, com a Netflix (NFLX) recuando quase 70% e a Meta Platforms (FB) cerca de 40% este ano.

PUBLICIDAD

Os especialistas recomendam pensar no motivo pelo qual você comprou essa ação. Você acredita que os consumidores ainda usarão esses serviços daqui a cinco ou 10 anos?

Muitas empresas têm um histórico muito bom, muito dinheiro e valem muito, então não incomoda se elas caírem”, disse Deborah Ellis, planejadora financeira certificada de Los Angeles.

PUBLICIDAD

Se você achar que seu portfólio está muito focado em a tecnologia, ela sugere um hedge com exposição a commodities, como produtos agrícolas ou metais.

Katie Nixon, diretora de investimentos da Northern Trust, recomenda aumentar a qualidade das empresas em seu portfólio, ou seja, aquelas com balanços, fluxos de caixa e dividendos sólidos.

PUBLICIDAD

Se você tiver dinheiro sobrando e isso se alinhar com sua estratégia de longo prazo, pode ser um bom momento para investir em ações”, disse Nixon.

Criptomoedas

Os tokens digitais despencaram na semana passada quando a stablecoin TerraUSD, que deveria estar atrelada ao dólar americano, caiu. O Bitcoin (BTC) caiu para seu nível mais baixo desde 2020 na quinta-feira (14) e caiu mais de 50% em relação à alta de novembro.

PUBLICIDAD

Para investidores de criptomoedas em um mercado turbulento, os especialistas recomendam usar a pressão descendente para testar sua convicção em suas moedas e se apoiar naquelas que você acredita ter poder de permanência.

“Até que as condições macroeconômicas se acalmem, os fundamentos das criptomoedas não podem competir”, disse Matt Hougan, diretor de investimentos da Bitwise Asset Management. “Para quem busca um investimento de longo prazo, agora é um momento interessante para considerar o mercado. Se você busca algo de curto prazo, está entrando em um ambiente volátil.”

PUBLICIDAD

SPACs

Há um ano, as empresas de aquisição para fins especiais estavam na moda entre os traders de varejo. Em vez de seguir o processo de IPO, com muitas informações, as SPACs levantam dinheiro dos investidores primeiro e depois procuram uma empresa privada com a qual se fundir. Se os investidores não gostarem da escolha do parceiro de fusão, eles podem optar por não participar e receber seu dinheiro de volta.

As SPACs atraíram celebridades, que usaram o reconhecimento de seu nome para atrair atenção (e fundos). Mas nas últimas semanas, grandes bancos globais têm se afastado de tais acordos após novas orientações de divulgação da Securities and Exchange Commission dos Estados Unidos. O Índice De-SPAC – que acompanha 25 empresas que abriram capital por meio de uma fusão com uma SPAC – caiu mais de 50% este ano.

PUBLICIDAD

Gordon Achtermann, fundador e diretor da Your Best Path Financial Planning em Fairfax, Virgínia, diz que a falta de divulgação o preocupa. Ele recomenda que os investidores analisem quaisquer documentos financeiros que recebam sobre a meta de fusão do SPAC.

“Quais são as perspectivas reais de retorno do investimento para essa SPAC? Qual é seu fluxo de caixa?”, disse. “Use seu detector de mentiras ao máximo.”

PUBLICIDAD

Fundos mútuos e ETFs

Os fundos mútuos e os fundos negociados em bolsa são conhecidos como algumas das formas mais seguras de investir. Mas o que você faz quando todo o mercado está derretendo?

Para Thomas Kopelman, cofundador e planejador financeiro da AllStreet Wealth de Indianápolis, agora é a hora de comprar, principalmente fundos que acompanham índices amplos como o S&P 500 ou o Nasdaq 100.

“Se você olhar o histórico, todas as vezes que o mercado caiu, ele se recuperou”, disse.

Isso pressupõe que você esteja investindo a longo prazo, que geralmente é o que os consultores recomendam. Para aqueles que se aproximam da aposentadoria, é aconselhável analisar sua tolerância ao risco e considerar sua data-alvo para aposentadoria e ajustar seu portfólio adequadamente.

“Agora não é hora de se desviar do seu plano financeiro, a menos que um choque como esse acenda um alerta e você diga: ‘talvez minha tolerância ao risco tenha sido imprecisa’”, disse Chris Diodato, fundador da WELLth Financial Planning em Palm Beach Gardens, na Flórida.

--Com a colaboração de Misyrlena Egkolfopoulou.

--Este texto foi traduzido por Bianca Carlos, localization specialist da Bloomberg Línea.

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

Investidores estão com dinheiro em caixa no maior nível desde o 11 de Setembro

Alívio da inflação? Indicador chave dos EUA sinaliza recuo das altas de preços no mundo

Últimas BrasilMercadosAçõesETFSpacCriptomoedaMeme stock
PUBLICIDAD